Cuiabá, sexta-feira, 13/12/2019
01:42:00
informe o texto

Notícias / Polícia

14/05/2019 às 18:33

Mulher foi morta pelo ex-marido às vésperas de viajar à Espanha

O suspeito cometeu o crime com os filhos em casa

Luzia Araújo

Mulher foi morta pelo ex-marido às vésperas de viajar à Espanha

Foto: Maria Anffe

As investigações da Polícia Judiciária Civil (PJC) apontam que Benildes Batista de Almeida foi morta às vésperas de viajar à Espanha. A ossada da vítima foi encontrada na manhã desta terça-feira (14),  na área externa da residência do suspeito, Adilson Pinto da Fonseca, 48 anos, no bairro Nova Conquista, em Cuiabá.

Além disso, o delegado que está à frente das investigações, Fausto Freitas, disse que Adilson cometeu o crime com os filhos em casa. “Os três filhos estavam na casa, quando ele a matou. Ele jogou corpo em um buraco e enterrou só depois de um tempo”, disse. Benildes era ex-mulher de Adilson, que morava fora do Brasil.  

À família, Adilson dizia que ex-esposa ligava para ele do exterior na tentativa de esconder o crime e acalmar os filhos pela falta de notícias. “Quando assumi as duas investigações, identifiquei indícios de que ele poderia ser o autor e isso nos motivou a representar pela busca e apreensão aqui. Acreditávamos que iríamos localizar um corpo e localizamos os dois”, afirmou o delegado.



Fausto acredita que o suspeito não esperava uma reviravolta nos casos depois de seis anos dos crimes. “Ele se diz arrependido dos dois casos, mas parece ser um indivíduo muito frio. Em nenhum momento, ele demostrou emoção a respeito dessas duas mortes”, explicou.

Segundo o delegado, o próximo passo nas investigações será a identificação completa das vítimas. “Precisamos fazer a identificação completa das vítimas. Como são ossadas não temos como fazer um reconhecimento visual. A perícia vai tentar identificar, por meio de DNA, com familiares ou da análise da arcada dentária. Também faremos algumas diligências. Temos que ouvir algumas pessoas para fechar o inquérito”, afirmou. 

Quanto à motivação, o suspeito alegou que foi por ciúmes, mediante discussões ocasionais. O suspeito está preso por duas ocultações de cadáveres e também será indiciado por dois homicídios qualificados das duas mulheres. 

O caso

A Polícia Civil realizou buscas aos corpos de duas mulheres desaparecidas em 2013. As investigações do Núcleo de Pessoas Desaparecidas, da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontavam que o suspeito, Adilson Pinto da Fonseca, 48 anos, matou as mulheres e enterrou os corpos no terreno ou dentro da casa dele, no bairro Nova Conquista, em Cuiabá. 

A primeira vítima, Talissa de Oliveira Ormond, 22 anos, teve a ossada encontrada nessa segunda-feira (13),  perto da calçada, na lateral da casa de Adilson. Restos mortais da Benildes foram encontrados na manhã desta terça-feira (14.05). Os ossos estavam a três metros de profundidade no mesmo local onde foi encontrada Talita. 

A vítima Talissa de Oliveira Ormond, 22 anos, teve o desaparecimento comunicado em 8 julho de 2013, cerca de quatro dias depois de sumir. A mãe da moça contou que ela tinha saído para trabalhar em uma empresa de telefonia e não mais deu notícias. Na empresa, a chefe da vítima informou à mãe que naquele dia ela tinha trabalhado o dia todo e quando saiu havia um rapaz moreno em uma motocicleta a espera dela. Mas ninguém a viu sair com ele. No dia seguinte, a vítima teria ligado na empresa pedindo socorro. Depois não deu mais notícias.

A segunda vítima, Benildes Batista de Almeida, 39 anos, desapareceu em 17 de dezembro de 2013. Ela morava na cidade de Asturia, na Espanha, e tinha voltado ao Brasil, onde passou cinco meses com a família. A filha dela entrou em contato com a Polícia Federal, que não identificou que ela havia saído do Brasil. Ela era ex-mulher do suspeito.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet