Cuiabá, sábado, 11/07/2020
22:07:07
informe o texto

Notícias / Geral

03/06/2019 às 09:17

Servidores da Seduc que 'recusam' greve têm ponto cortado

A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) teria recebido da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) a lista contendo os nomes de todos os grevistas.

Fernanda Leite

Servidores da Seduc que 'recusam' greve têm ponto cortado

Foto: Assessoria

Servidores da educação que entraram em greve desde a última segunda-feira (27) tiveram o corte de ponto  anunciado pelo governador Mauro Mendes (DEM).

Porém alguns servidores denunciaram ao Leiagora que, mesmo não aderindo à greve e cumprindo o expediente normalmente, tiveram os dias descontados. "O estranho é que, o holerite foi refeito, pois a folha já havia sido fechada. Eu, por exemplo, estou cumprindo meu horário normalmente", disse o servidor, que não quis se identificar.
 
A Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) teria recebido da Secretaria de Estado de Educação, Esporte e Lazer (Seduc-MT) a lista contendo os nomes de todos os grevistas. 

A greve, conforme o Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT), é para reivindicar o chamamento de concursado para as vagas livres, cumprimento da Lei nº 510/2013 e pagamento dos restos a pagar da RGA de 2018 para assegurar Lei da Dobra do Poder de Compras dos profissionais da Educação.

Conforme explicou o secretário de Finanças do Sintep e representante da classe no Fórum Sindical, Orlando Francisco, na última audiência com o governador Mauro Mendes, foi exposto que a greve não havia sido julgada para os dias ‘paralisados’ fossem descontados na folha.

 “Queremos explicação e, nesta terça-feira (4), iremos pedir o porquê desses pontos serem cortados sem o julgamento da greve. A folha fecha no dia 20 e a greve foi deflagrada no dia 27. Então o governo pode fazer as mudanças assim no holerite com tanta rapidez? ”, questionou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria  da Seduc, que argumentou "não existir nenhuma determinação do Governo em cortar o ponto de servidores que não tenham aderido à greve. A Secretaria de Estado de Educação irá apurar e corrigir eventuais falhas que possam ter ocorrido nesse sentido". 
 

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet