Cuiabá, terça-feira, 20/08/2019
01:12:58
informe o texto

Notícias / Judiciário

05/06/2019 às 12:02

Frederico Coutinho fica em silêncio durante depoimento na Polícia Civil

Além de Coutinho, outros dois membros foram ouvidos na Delegacia Fazendária e Crimes Contra a Administração Pública (Defaz)

Luzia Araújo

Frederico Coutinho fica em silêncio durante depoimento na Polícia Civil

Foto: Reprodução

Frederico Muller Coutinho, Eduardo Coutinho e Edson Nabuo Yabumotto, integrantes de uma organização criminosa envolvida no esquema do “Jogo do Bicho”, em Mato Grosso, foram ouvidos na manhã desta quarta-feira (05), na Delegacia Fazendária e Crimes Contra a Administração Pública (Defaz) .

Nos depoimentos, Frederico e Eduardo permaneceram em silêncio. Já Edson confessou a sua participação no esquema, porém as autoridades policiais não deram detalhes sobre sua  atuação no grupo. Os três ouvidos hoje  foram presos na Operação Mantus, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil (PJC), no dia 29 de maio, para prender membros de duas organizações criminosas – Colibri e Ello - envolvidas em lavagem de dinheiro e “Jogo do Bicho”. 

O empresário Frederico Müller Coutinho é um dos delatores da Operação Sodoma, que investigou fraudes que resultaram na prisão do ex-governador Silval Barbosa.

Müller trocava cheques no esquema e chegou a passar dinheiro para o então braço direito do ex-governador. Os cheques teriam sido emitidos como parte de um suposto acordo de pagamento de propina ao grupo político do ex-governador.

Durante as investigações, foi identificada uma acirrada disputa de espaço pelas organizações, havendo situações de extorsão mediante sequestro, praticada com o objetivo de manter o controle da jogatina em algumas cidades.

Os investigadores também identificaram remessas de valores para o exterior, com o recolhimento de impostos para não levantar suspeitas das autoridades. Foram decretados os bloqueios de contas e investimentos em nome dos investigados, bem como houve o sequestro de, ao menos, três prédios vinculados aos crimes investigados.
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet