Cuiabá, sexta-feira, 10/07/2020
13:22:14
informe o texto

Notícias / Polícia

06/06/2019 às 10:14

Polícia Civil prende 3 e fecha pela 2ª vez ponto de venda de drogas no Pedregal

As diligências resultaram na prisão em flagrante de um homem e duas mulheres envolvidas com o comércio ilícito.

Leiagora

Um ponto de vendas de droga no bairro Pedregal foi fechado pela segunda vez no ano pela Polícia Judiciária Civil, nesta quarta-feira (05.06), em ação da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente (DRE). As diligências resultaram na prisão em flagrante de um homem e duas mulheres envolvidas com o comércio ilícito.

O casal, Tatiane Ximenes de Almeida, 19, e Marcelo de Lima, 20, conhecido como “Marcelinho” e a comparsa, Wanessa Lima Marcondes, 20, foram flagrados na casa que funcionava a boca de fumo e foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Segundo o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, os presos são conhecidos da Polícia pela atuação com o tráfico de drogas, com passagens anteriores pelo crime.

“Marcelo é um conhecido traficante do bairro Pedregal e saiu da Cadeia há poucos dias. Sua companheira, Tatiane, é portadora de tornozeleira eletrônica, sendo presa no dia 18 de abril, quando tentava entrar na Penitenciária Central do Estado com entorpecentes nas partes íntimas, para entregar para Marcelo. Já Wanessa foi presa no mês de fevereiro pela DRE, e após liberada nunca deixou de atuar com a venda de entorpecentes mesmo fazendo uso de tornozeleira”, disse o delegado.

As diligências iniciaram após a equipe da DRE receber informações sobre continuidade na venda de entorpecentes na residência no bairro Pedregal. O local já é conhecido dos policiais da especializada, sendo alvo de investigações anteriores, que resultaram em prisões decorrentes de cumprimento de mandados de busca e apreensão domiciliar.

Durante pouco tempo de monitoramento do endereço, os investigadores observaram a movimentação típica de boca de fumo, com chegada e saída rápida de pessoas e veículos da residência. Diante das evidências, os policiais realizaram a abordagem das suspeitas Tatiane e Wanessa, que questionadas confirmaram que havia entorpecentes na casa.

No momento em que os policiais entravam na residência, o suspeito Marcelo (conhecido traficante do bairro) tentou se esconder para escapar da abordagem porém foi detido. Em buscas no quarto de Marcelo e Tatiana os policiais encontraram diversas porções de maconha que estavam dentro de uma lata de leite em pó para recém-nascido, utilizado para amamentar o filho do casal.

Em continuidade as buscas, foi encontrado dentro da geladeira, porções grandes de maconha, várias porções menores da mesma substância, espalhadas pela casa, além de R$ 640 em poder de Tatiane e R$ 818 com Wanessa, totalizando R$ 1458 em notas trocadas, característica da atividade de tráfico de drogas.

Já no final da diligência, uma tia de Tatiane chegou acompanhada da menor S.A.L., 16, para ficar com o filho do casal, momento em que a adolescente, muito alterada, passou a proferir palavras de baixo calão e desacatou os policiais.

Diante da situação, todos os envolvidos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. A adolescente que chegou no final da ação responderá a ato infracional análogo a resistência e desacato.
Com informações da PJCMT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet