Cuiabá, segunda-feira, 16/09/2019
08:22:22
informe o texto

Notícias / Mato Grosso

06/06/2019 às 17:20

Azul estuda retomar voos em Sorriso com aeronave de porte menor

Bruno Bortolozo

Azul estuda retomar voos em Sorriso com aeronave de porte menor

Foto: Assessoria

Foi realizada nesta quinta-feira (06) em Sorriso uma reunião para discutir a situação do Aeroporto Regional Adolino Bedin, que está sem operar voos comerciais desde o dia 23 de maio.

Durante as conversas entre a Azul Linhas Aéreas, a prefeitura e a comissão aeroportuária, foi levantada a possibilidade da empresa retomar os voos, antes da reconstrução da pista, com uma aeronave menor que o jato que estava sendo usado na cidade, como informou o assessor especial da presidência da Azul, Ronaldo Veras.

“Alteramos nossas operações em função das condições do asfalto e, como medida de segurança, suspendemos os voos. Esstamos avaliando colocar um ATR 72 600 para operar temporariamente, enquanto houver obras de recuperação da pista, até que possamos retornar com os jatos.”

A expectativa, segundo Veras, é a de que em até 20 dias, saia uma resposta oficial da empresa sobre a retomada dos voos. 

Pelo lado da prefeitura, o secretário de desenvolvimento econômico, Claudio Drusina, afirmou que é preciso apresentar um projeto junto à SAC – Secretaria de Aviação Civil – para que seja liberada a verba, em torno de R$ 15 milhões, para a obra definitiva.

“Sabemos que o recurso está locado e temos confiança que ele virá. Nosso primeiro passo será investir R$ 364 mil em projetos para que a liberação dos voos maiores ocorra o quanto antes”, pontuou Drusina. 

Conforme o Portal Leiagora já informou  a Azul Linhas Aéreas, que era a única companhia que operava com voos comercias diários de Sorriso a Cuiabá, suspendeu, por tempo indeterminado, os voos em função das condições da pista.

Enquanto o dinheiro não é liberado e a pista não é refeita, os passageiros que compraram passagens pra Sorriso, de ida e/ou volta, estão sendo realocados para o aeroporto de Sinop.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Claudio Lemes Louzada 07/06/2019 às 00:00

    Nos países modernos a construção de pistas de pouso são de Cimento Portland com primeira manutenção programada após 21 anos de uso, enquanto as de asfalto requerem manutenção a cada 4 anos, motivo que só aeródromos sem voos comerciais e sem aeronaves pesadas são de asfalto mas, estamos no Brasil....então....

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet