Cuiabá, quarta-feira, 18/09/2019
17:57:59
informe o texto

Notícias / Política

07/06/2019 às 11:16

'Errei em não fazer uma defesa mais forte ao prestar contas', diz Neri Geller

O deputado federal teve a decisão do Pleno revertida na última quarta e suas contas de campanha em 2018 foram aprovadas

Luana Valentim

'Errei em não fazer uma defesa mais forte ao prestar contas', diz Neri Geller

Foto: Reprodução da internet

O deputado federal, Neri Geller (PP), afirmou que seu erro foi não ter feito uma defesa mais forte em relação às suas contas da campanha de 2018 no Pleno do Tribunal Regional Eleitoral. A declaração foi feita nesta sexta-feira (7), à Rádio Capital FM.

Em dezembro do ano passado, Neri teve suas contas reprovadas por maioria dos votos do TRE, por haver indícios de que ele tenha excedido o limite de gastos em mais de R$ 854 mil. Mas, na última quarta-feira (5), a defesa do deputado conseguiu reverter a decisão do Pleno e as suas contas foram aprovadas.

“Eu disse que iria rever essa situação e tentar reverter aqui no Estado. Estava muito tranquilo quanto aos meus direitos, pois declarei 100% do que gastei na campanha e a doação que eu fiz em pessoa física estava explícito na lei que podia fazer”, disse.

Neri explicou que, na primeira votação, tinha um voto divergente do relator, o desembargador Pedro Sakamoto, mas que depois entrou com embargos de declaração e conseguiu reverter o voto dele. Depois foi colocado em votação no Pleno onde obteve a vitória com a aprovação das contas.

O parlamentar analisa que talvez tenha errado ao não ter feito uma defesa mais oral e acrescentar alguns dados que não constavam no relatório de prestação de contas.

“Eu estava muito tranquilo, pois já tinha um parecer técnico favorável do TRE, por isso não fiz uma movimentação para dar uma sustentação oral muito forte no Pleno, acho que foi ali que acabei errando. Agora estou mais tranquilo para trabalhar e ajudar o Estado”, ressaltou.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet