Cuiabá, terça-feira, 15/10/2019
15:49:24
informe o texto

Notícias / Judiciário

18/06/2019 às 13:57

Ex-conselheiros tutelares são investigados por encontros amorosos na sede do órgão

Durante o encontro, o marido da conselheira envolvida desconfiou da traição da mulher e a flagrou com o outro homem

Maisa Martinelli

Ex-conselheiros tutelares são investigados por encontros amorosos na sede do órgão

Foto: Prefeitura de Lucas do Rio Verde

Dois ex-conselheiros tutelares de Lucas do Rio Verde (333 km de Cuiabá) estão sendo investigados por usarem a sede e o veículo do órgão para encontros amorosos extraconjugais.

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), o fato aconteceu durante um plantão em que os dois funcionários não estavam a trabalho, em setembro de 2017.

Durante o encontro, o marido da conselheira envolvida desconfiou da traição da mulher e a flagrou com o outro homem. Após o flagrante, houve luta corporal, chegando a quebrar vidros da sede do Conselho Tutelar, ocasionando prejuízos ao órgão.

De acordo com o MPE, os dois funcionários usaram o veículo do órgão para se deslocarem até a sede, a fim de realizar o encontro. Após a confusão, o ex-conselheiro fugiu, também utilizando o automóvel.

Depois da briga causada pelo flagrante de traição, a mulher pediu exoneração do cargo e deixou o Conselho Tutelar. Já o homem foi condenado a perder o mandato ao fim de um Processo Administrativo Disciplinar.

Na ação proposta pela Promotoria de Lucas do Rio Verde, o MPE requer ressarcimento integral do dano; perda das funções; suspensão do direito político por cinco anos; perda de bens/valores acrescidos ilicitamente ao patrimônio; pagamento de multa civil de 100 vezes o valor das remunerações dos agentes e a proibição de contratação com o poder público ou do recebimento de benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, mesmo que seja por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio, por três anos.

Os acusados têm o prazo de 15 dias, após a notificação da ação, para apresentarem defesa. O nome dos envolvidos não foi divulgado.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Como você acha que está a violência em Mato Grosso neste ano?

Você deve selecionar uma opção
Enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet