Cuiabá, terça-feira, 10/12/2019
23:36:07
informe o texto

Notícias / Política

18/06/2019 às 15:22

Em audiência pública, AL debate projeto para liberar prática do esporte equestre em MT - veja

Deputados se mostram favoráveis a regulamentação do esporte

Fernanda Leite

Em audiência pública, AL debate projeto para liberar prática do esporte equestre em MT - veja

Foto: Leiagora

(Atualizada às 8h45min - 19/06/2019) - Os deputados estaduais de Mato Grosso debatem junto com os representantes do esporte equestre a aprovação do projeto que regulamenta a prática de esporte com animais. 

A audiência pública ocorre após a decisão do Ministério Público Estadual (MPE), que ‘barrou’ na Justiça uma das modalidades realizadas na 7ª Semana do Cavalo, ocorrida na semana passada, no Haras Twin Brothers, o laço em dupla e técnico. O argumento, maus-tratos aos animais. 

O evento reuniu representantes da Acrimat, Indea, clubes e associações ligadas ao setor para debater o projeto de lei nº 17/2019 de autoria do deputado Dilmar Dal Bosco (DEM), que dispõe sobre a prática esportiva equestre em Mato Grosso, e determina as condições mínimas necessárias para garantir o bem-estar animal nas competições, treino e manutenção continuada da saúde dos animais.

O evento foi requerido pela Comissão de Educação, Ciência, Tecnologia, Cultura e Desporto, por intermédio dos deputados Valdir Barranco (PT) e Thiago Silva (MDB) e serviu para abordar também alguns itens da modalidade que serão incluídos no projeto de lei, como por exemplo, segurança aos animais e divisão de capítulos por categoria.

O autor do projeto, deputado Dilmar Dal Bosco explicou que a iniciativa ganhou força após o fato de o Ministério Público Estadual (MPE) vetar o torneio.

“É um projeto de lei que traz a regulamentação de todas as provas equestres em Mato Grosso, adequando mais informações com apoio da própria Assembleia e de associações equestres”, disse Dal Bosco. Pela manhã, cavaleiros se reuniram em frente ao prédio da Assembleia Legislativa com o propósito de apoiar a audiência pública e, consequentemente, buscar a regulamentação do esporte equestre.

“A atitude do Ministério Público vetando recentemente um evento da categoria foi de forma arbitrária. Mato Grosso tem a quinta maior tropa eqüina do país e a sexta maior força do agronegócio do setor no Brasil”, explicou o presidente da Associação dos Cavalos Mangalargas de Mato Grosso, Álvaro de Carvalho.

Leia mais: Políticos de MT recriminam decisão do MP que 'barrou' esporte equestre no Haras Twin Brothers

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet