Cuiabá, terça-feira, 15/10/2019
04:41:54
informe o texto

Notícias / Mundo

26/06/2019 às 21:58

Homem atira contra bebê de 10 meses após ser rejeitado pela mãe

“Nós demos as mãos no hospital e oramos pela bebê, e estamos pedindo que todos nesta comunidade se reúnam e orem pela bebê"

Iury Lupaudi

Homem atira contra bebê de 10 meses após ser rejeitado pela mãe

Foto: Reprodução/Facebook

Uma criança de 10 meses, chamada Fayth Percy, está hospitalizada após ter levado um tiro na cabeça de um homem desconhecido. O fato ocorreu na cidade de Fresno, na Califórnia, Estados Unidos.

Durante uma festa a mãe da bebê teria sido assediada por um homem chamado Marcos Antonio Echartea (23 anos), que tentou carícias por toda a noite, sem sucesso. Depois de muita insistência do rapaz, a jovem de dezoito anos, Deziree Menagh, saiu do local com receio de ser violentada.

Eles tinham se cruzado há uma semana somente, porém Echartea cercou a rotina da moça e tentou seduzi-la na noite do último domingo (23). Aproximadamente 4h da madrugada, a mãe entrou no carro com um amigo e a filha. A hipótese é de que, amedrontada, Menagh esperou que Echartea fosse embora para que ela voltasse pra casa com segurança.

A história não teve um final feliz. Echartea se aproximou do carro, onde estavam os três, e disparou tiros contra todos . Uma das balas atingiu a cabeça da bebê de 10 meses. O amigo de Menagh acelerou o carro e se dirigiu ao hospital mais próximo.

A bebê foi operada e se encontra em observação. A polícia foi acionada e prendeu Echartea, que responderá por três tentativas de homicídio. 

"Estamos esperando e rezando para que a bebê Fayth seja capaz de sobreviver a este ferimento e que se recupere totalmente", disse Jerry Dyer, chefe da Polícia de Fresno.

O suspeito já tem passagem pela polícia e enfrenta um total de nove acusações criminais, incluindo tentativa de homicídio, abuso infantil e agressão com arma de fogo. A sua fiança total está estimada em quase 2 milhões de dólares. 

"Eu sei que os pais estão arrasados, deve doer muito", disse Dyer. “Nós demos as mãos no hospital e oramos pela bebê, e estamos pedindo que todos nesta comunidade se reúnam e orem por Fayth.”
 
                                         
Com informações do The Washington Post

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Como você acha que está a violência em Mato Grosso neste ano?

Você deve selecionar uma opção
Enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet