Cuiabá, terça-feira, 16/07/2019
12:56:02
informe o texto

Notícias / Política MT

11/07/2019 às 14:41

​"Cada um dá o que tem", dispara Toninho de Sousa ao falar sobre decreto do Nome Social

Toninho negou ser homofóbico

Iury Lupaudi

Na manhã deste quinta-feira (11), o vereador Toninho de Sousa (PSD) usou a Tribuna da Câmara de Vereadores de Cuiabá para atacar o decreto do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que autoriza o uso do nome social no executivo municipal.

Toninho negou ser homofóbico, mas soltou uma frase, no mínimo, desnecessária:

"Cada um dá o que quer e o que tem pra dar, não sou contra isso".

Toninho disse que é contra o decreto, pois considera ele inconstitucional e porque interfere nas escolas.

"Qualquer mudança no ambiente escolar precisa passar por esta casa, ser debatido", disse ele na tribuna.

O decreto assinado por Emanuel Pinheiro autoriza pessoas a usarem nomes sociais nas dependências públicas de Cuiabá sem qualquer constrangimento e determina punições para quem desrespeitar pessoas trans e travestis que usam o nome social.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Qual seu posicionamento em relação a Reforma da Previdência?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet