Cuiabá, sábado, 17/08/2019
11:02:43
informe o texto

Notícias / Programa Leiagora Repórter

31/07/2019 às 19:00

Cuiabá e suas singularidades é o tema do Leiagora Repórter deste mês

Apresentação: Iury Lupaudi

Leiagora

O programa Leiagora Repórter deste mês abordou singularidades sobre a capital mato-grossense. Nossos repórteres foram às ruas para apresentar a todos uma Cuiabá cheia de curiosidades e encantos.

A dança e a música de Cuiabá possuem influências de origem africana, portuguesa, espanhola e indígena. É um conjunto muito rico de combinações que resultou no rasqueado, siriri, cururu e outros ritmos. Uma cultura que passa de pai para filho, une a família e traz muita alegria para quem participa ou assiste. O cururu e siriri são danças tradicionais de Cuiabá.

O grupo Flor do Campo traz todas essas características. Ele foi fundado pela cuiabana ‘Dona Matilde’ em 1982, na Ponte do Coxipó. O grupo é campeão do 13º Festival de Siriri de Cuiabá deste ano. Assim como as escolas de samba no Carnaval, os grupos de siriri ensaiam o ano inteiro para, em agosto, mês do folclore mato-grossense, se apresentarem no festival em Cuiabá.

Dona Matilde conta que o grupo já está na 9ª geração e já possui mais de 30 músicas autorais. Ela explicou que é importante cada grupo ter as suas músicas, pois isso é que forma a identidade.

Um dos principais cartões de visita para quem chega em Cuiabá, além do calor e da boa comida, é o sotaque cuiabano. O linguajar do cuiabano é um patrimônio imaterial, reconhecido em 2013 e está presente nas rodas de conversa. 

Todo mundo deve conhecer pelo menos uma palavra que faz parte do vocabulário cuiabano. Para manter viva essa tradição e contar a origem do sotaque cuiabano, a doutora em Educação, Cristina Campos, lançou o livro ‘O Falar Cuiabano’ e explicou ao LTV como o linguajar convive com a comunidade.

Quem passa pelos viadutos da capital pode apreciar um pouco mais de cor, quebrando o cinza típico das grandes cidades. Em 2017, a Secretaria de Serviços Urbanos criou o Programa Cidade Verde, substituindo o gris do concreto em estruturas coloridas, criando, ao longo da cidade, verdadeiros museus a céu aberto. Agora, os viadutos situados nas vias de grande fluxo de Cuiabá são embelezados com artes de diversos artistas locais, mostrando aspectos da rica história cuiabana. Em alguns lugares no Brasil os viadutos são residências de moradores de rua, já na cidade verde é possível apreciar as obras de arte, a pé, no carro ou no ônibus.

Já pensou poder voltar ao tempo e conhecer a Cuiabá de antigamente? Você pode viver essa experiência bem no Centro da capital mato-grossense.  

O lugar é aconchegante, decorado com utensílios de cozinha antigos em estilo rústico. O ambiente é realista e conta até mesmo com a presença de gansos. Surpreendentemente também inclui uma galeria de artes plásticas. 

Para chegar a este lugar, você vai passar por um corredor estreito, com paredes de cores variadas e, então, você se depara com um quintal que te ´obriga´a fazer uma viagem ao passado. 
Você pode rir, conversar e vivenciar essa história desde um fundo de quintal.

Ficou curioso (a) com essas histórias? É só assistir o vídeo abaixo.

Vídeo Relacionado

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • JOSE MARIA 01/08/2019 às 00:00

    Parabéns pela reportagem Yuri, mostrando Cuiabá e suas tradições e culturais.

  • Bruno Xavier 31/07/2019 às 00:00

    Amei o programa, conheci a cidade a pouco tempo e já me apaixonei pela cultura, pelas pessoas, pelo carinho e hospitalidade com que fui recebido. Um forte abraço.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet