Cuiabá, quinta-feira, 19/09/2019
21:19:05
informe o texto

Notícias / Cidades

08/08/2019 às 11:33

Secretário de saúde apresentará projeto para retomar obras no Adauto Botelho

Gilberto esteve reunido com o presidente do Sisma para discutir sobre as obras de reforma das unidades de saúde do Estado

Leiagora

Secretário de saúde apresentará projeto para retomar obras no Adauto Botelho

Foto: Reprodução da internet

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Saúde do Estado de Mato Grosso, Oscarlino Alves esteve reunido nesta quarta-feira (7), com o secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, para discutir sobre as obras de reforma das unidades de saúde do Estado como os hospitais regionais, o Adauto Botelho e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

Também estavam presentes na reunião o presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, o deputado Paulo Araújo (PP) e a secretária-adjunta de Gestão de Pessoas, Cristiane Cruz.

Segundo Oscarlino, o secretário disse estar preparando novos projetos e processos licitatórios, inclusive, para retomar a obra do hospital Adauto Botelho e já na sexta-feira (09), apresentará o projeto do hospital regional de Sorriso. Ele se mostrou preocupado também com as bases do Samu estadual e ratificou o compromisso de melhora-las.

“O sindicato voltou a cobrar a realização do concurso público para atender a Secretária de Estado de Saúde, devido a todo o déficit de mão de obra de caráter permanente coberto por contratações temporárias (precárias) e déficit previdenciário (MTPREV), onde Gilberto disse ter ciência desse grande legado que pode deixar através de sua iniciativa”, disse Orcarlino.

O presidente do Sisma e Paulo pediram novamente a permanência dos servidores da SES cedidos à outras esferas, no termo de cooperação técnica com destaque aos cedidos à municípios mato-grossenses.

Neste ponto, Oscarlino relatou que a adjunta Cristiane disse que não está tendo outra alternativa que não seja o cumprimento da Lei de Carreira da Saúde (LC 441/2011) e solicitar o retorno dos servidores, porque a lei permite a cedência de no máximo 4 anos.

O deputado então se comprometeu a solicitar urgência no trâmite e aprovação de Projeto de Lei de sua autoria que altera o dispositivo para tempo indeterminado das cedências para que permita casos essenciais à cooperação técnica acima dos 4 anos atuais.

Em relação ao pagamento de diárias (em atraso) e a servidores em deslocamento com pacientes (em plantão nas unidades), Gilberto pediu à adjunta uma ação junto aos setores competentes para que se cumpra por já ter previsão legal para isso.

“O Sisma pediu novamente a regularização nos pagamentos dos adicionais de plantão e noturno que estão em atraso. A adjunta reconheceu que a secretaria está se empenhando para colocar em dia essas obrigações e garantiu que não existem processos parados para assinatura na SES e sugeriu que estes podem ainda estar nas unidades de saúde ou já para as devidas publicações no diário oficial e implantação na folha de pagamentos”, frisou.

Por fim, o presidente do Sisma disse estar se programando o deslocamento para se fazer presente à visita ao Hospital Regional de Sorriso juntamente com o secretário de saúde e comissão de saúde da AL.
Direto da assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet