Cuiabá, quarta-feira, 02/12/2020
17:14:34
informe o texto

Notícias / Judiciário

12/08/2019 às 13:46

CE poderá instituir o Dia Nacional do Espiritismo

Pelo texto, o Dia Nacional do Espiritismo será 18 de abril, pois nesta data, em 1857, foi publicado O Livro dos Espíritos, do francês Allan Kardec, dando início à divulgação da doutrina em todo o mundo.

Leiagora

CE poderá instituir o Dia Nacional do Espiritismo

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A Comissão de Educação (CE) pode aprovar nesta terça-feira (13) a criação do Dia Nacional do Espiritismo (PL 3.789/2019). O projeto é do senador Eduardo Girão (Podemos-CE) e tem o parecer, pela aprovação, do senador Flavio Arns (Rede-PR). Pelo texto, o Dia Nacional do Espiritismo será 18 de abril, pois nesta data, em 1857, foi publicado O Livro dos Espíritos, do francês Allan Kardec, dando início à divulgação da doutrina em todo o mundo.

Girão argumenta que o Brasil é o país com o maior contingente de participantes ativos do espiritismo. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 4 milhões se declaram espíritas. Mas é cada vez maior também o número de simpatizantes, conforme esses dados, aproximando-se de 40 milhões de pessoas.

"O objetivo não é criar um novo feriado, é celebrar gratidão a uma doutrina que traz conforto e esperança às pessoas. Ampliando uma cultura já enraizada nas mentes e corações de milhões de brasileiros. Despertando cordialidade e reflexão sobre os desafios que encontramos durante a existência, compreendendo que estes são parte da caminhada. Alguns ainda têm uma noção errada sobre o espiritismo. Os adeptos da doutrina não estão interessados em proselitismo, respeitam integralmente todas as religiões. O lema mais citado é 'Fora da caridade não há salvação'”, defende Girão na justificativa.

O senador também lembra a importância do médium Chico Xavier, falecido em 2002, aos 92 anos de idade. Durante sua vida, vendeu mais de 50 milhões de livros, revertendo os direitos autorais para obras de assistência social. Se o projeto for aprovado, poderá seguir diretamente para a análise da Câmara dos Deputados, pois é terminativo na comissão.

Economia solidária

Também está na pauta o PLS 292/2018, de Otto Alencar (PSD-BA), que estende a preferência na aquisição de produtos para a merenda escolar aos produtores rurais e suas cooperativas que operam em regime de economia solidária. Desde 2009, os entes federados devem dar preferência, na compra da merenda, a gêneros alimentícios produzidos pela agricultura familiar, mas a legislação não incluiu o segmento ligado à economia solidária. Caso o projeto seja aprovado no Congresso e depois sancionado, este segmento entrará na cota preferencial de 30% dos recursos do Programa Nacional da Alimentação Escolar (PNAE), que são usados para comprar a produção da agricultura familiar. Dentro dessa cota, também são priorizadas a produção advinda de assentamentos da reforma agrária, a produção indígena e quilombola.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet