Cuiabá, sábado, 04/07/2020
06:20:36
informe o texto

Notícias / Geral

14/08/2019 às 14:14

​Aplicativo mapeia lugares silenciosos nas cidades

O barulho nas cidades aumenta conforme cresce o uso de serviços de entrega.

Leiagora

​Aplicativo mapeia lugares silenciosos nas cidades

Foto: Reprodução internet

Cidade grande costuma ser sinônimo de barulho, especialmente pelo trânsito. Quem mora perto de grandes avenidas costuma conviver com ruídos altos até de madrugada. Às 4h da manhã, o ruído dentro de casa já sobe à 60 decíbeis, conforme os ônibus voltam a rodar.

Para ajudar as pessoas a encontrar redutos para fugir do barulho, o aplicativo Hush City busca criar um mapa de lugares silenciosos nas grandes cidades. A ferramenta é colaborativa: os usuários baixam o app e podem ir marcando os pontos silenciosos. Também é possível registrar lugares de muito barulho, para serem evitados.

Para avaliar com precisão o silêncio ou o tamanho do incômodo vale baixar também um aplicativo medidor de ruído. Há várias opções gratuitas nas lojas de download. O som ambiente de um escritório fica em torno de 60 db, por exemplo. Uma buzina de carro chega a 120 db. O nível recomendável para dormir é que o ambiente tenha ruído abaixo de 30 db.

Há apontamentos feitos em algumas cidades brasileiras, como São Paulo, Porto Alegre, Goiânia e Curitiba. Na capital paulista, um trecho do parque da Cantareira foi marcado como barulhento. Já o parque Trianon, na avenida Paulista, como "Natural".

O aplicativo foi criado por Antonella Radicchi, arquiteta italiana que vive em Berlim e realiza projetos para melhorar a chamada paisagem sonora das cidades desde 2017. Embora haja poucos registros por aqui, o site serve como convite para um debate maior sobre o barulho. Como ele está sempre ali, passa a ser pouco notado, embora tenha efeitos no sono e na irritabilidade.

O barulho nas cidades aumenta conforme cresce o uso de serviços de entrega gerado pela expansão de aplicativos de delivery e das compras online.

Por outro lado, se os veículos elétricos ganharem espaço pra valer nos próximos anos, haverá alívio, pois seus motores são silenciosos. Sem combustão interna, não haverá mais a onda de barulho que surge cada vez que um semáforo abre.
Direto de São Paulo, Rafael Balago - Folhapress

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet