Cuiabá, terça-feira, 07/04/2020
09:35:50
informe o texto

Notícias / Polícia

21/08/2019 às 15:55

Promotoria Militar, Gaeco e DHPP deflagram Operação Coverage e terceira fase da Operação Mercenários

Leiagora

Promotoria Militar, Gaeco e DHPP deflagram Operação Coverage e terceira fase da Operação Mercenários

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (21), a Promotoria Militar, em conjunto com o Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (GAECO) e a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) deflagraram, respectivamente, a “Operação Coverage” (palavra em latim que significa Cobertura), e a 3ª fase da “Operação Mercenários”.

Na operação da DHPP foram cumpridos 3 mandados de prisão preventiva contra o tenente Cleber de Souza Ferreira e dois mandados de prisão preventiva contra Claudiomar Garcia de Carvalho, por crimes de homicídios qualificados em atividade típica de grupo de extermínio – Mercenários.

A operação do GAECO visou cumprir mandados de prisão preventiva, busca e apreensão domiciliar e pessoal contra os policiais militares 2º Tenente PM Cleber de Souza Ferreira, Tenente PM Thiago Satiro Albino, Tenente-Coronel PM Marcos Eduardo Ticianel Paccola e Tenente-Coronel PM Sada Ribeiro Parreira, por crimes de organização criminosa armada, obstrução de justiça, falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informação.

De acordo com a investigação realizada pela Promotoria Militar com o apoio do GAECO, a partir de provas compartilhas pela Polícia Civil, devidamente autorizada pelo Poder Judiciário, exame balístico comprovou que uma pistola tipo Glock, 9 mm, pertencente ao tenente Cleber foi utilizada em sete crimes de homicídio (quatro tentados e três consumados), praticados pelo grupo de extermínio denominado Mercenários.

Conforme as investigações, com a finalidade de obstruir as investigações relacionadas aos referidos homicídios, os policiais militares articularam a alteração do registro da arma de fogo, mediante falsificação documental e inserção de dados falsos em sistema da Polícia Militar, tudo para ocultar que na data dos sete crimes de homicídios, a pistola já estava em poder do tenente Cleber de Souza Ferreira.
Com informações da Decom/MPMT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet