Cuiabá, quinta-feira, 17/10/2019
02:07:14
informe o texto

Notícias / Política

22/08/2019 às 08:25

Investigações apontam Valtenir como líder de esquema que desviou R$ 600 mil de prefeituras - veja imagens

O ex-parlamentar é alvo da 2ª fase da operação Tapiraguaia deflagrada nas primeiras horas desta quinta-feira (22)

Luana Valentim e Fernanda Leite

Investigações apontam Valtenir como líder de esquema que desviou R$ 600 mil de prefeituras - veja imagens

Foto: Reprodução da internet

O ex-deputado federal, Valtenir Pereira (MDB) é apontado como líder do esquema que desviou cerca de R$ 601 mil de recursos públicos federais e pagamento de propinas nas prefeituras de Confresa e Serra Nova Dourada. O ex-parlamentar é alvo da 2ª fase da operação Tapiraguaia deflagrada nas primeiras horas desta quinta-feira (22).

Saiba Mais: Pagamento de propina: Valtenir Pereira e prefeitos de MT são alvos de operação da PF

Segundo as investigações, Valtenir teria viabilizado a realização de convênios entre o Ministério da Integração Nacional – Secretaria Nacional da Defesa Civil e as prefeituras, com a justificativa de construção de pontes de concreto emergenciais, devido às enchentes provocadas pelas chuvas.

Com isso, os prefeitos que eram beneficiados com os recursos federais, realizavam licitações repletas de irregularidades, combinando previamente com os empresários contratados para a execução das obras. Os políticos exigiam propinas a essas pessoas, na medida em que fossem realizados os pagamentos.

Os valores utilizados nas propinas eram, na maioria das vezes, de medições fraudulentas, como atestados de serviços não realizados ou realizados a menor. Os valores repassados para Valtenir eram, em regra, depositados em contas bancárias de seus assessores ou de empresas a eles vinculadas, sendo que uma das empresas é fantasma.

A PF apontou que os assessores e as empresas recebiam valores avulsos das prefeituras por suposta prestação de serviços de assessoria e consultoria para liberarem as parcelas dos convênios por meio de lobby.

As obras da prefeitura de Confresa teriam gerado em torno de R$ 413 mil em propinas aos agentes públicos envolvidos, enquanto as de Serra Nova Dourada R$ 187 mil.
com informações da assessoria
Veja as imagens:






 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Como você acha que está a violência em Mato Grosso neste ano?

Você deve selecionar uma opção
Enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet