Cuiabá, quinta-feira, 17/10/2019
01:22:25
informe o texto

Notícias / Política

27/08/2019 às 14:54

​Vereadores pedem nomeação de Diego Guimarães como relator da CPI do Paletó

Os vereadores que assinaram fazem parte dos 9 parlamentares que protocolaram o pedido de abertura da investigação

Leiagora

​Vereadores pedem nomeação de Diego Guimarães como relator da CPI do Paletó

Foto: Reprodução da internet

O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Misael Galvão (PSB) recebeu um requerimento que pede a nomeação do vereador Diego Guimarães (PP) como membro e relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó. O ofício foi assinado por Marcelo Bussiki (PSB) presidente da investigação, Felipe Wellaton (PV), Dilemário Alencar (Pros), Abílio Junior (PSC) e pelo próprio Diego. 

Os vereadores que assinaram fazem parte dos 9 parlamentares que protocolaram o pedido de abertura da investigação. Na última sexta-feira (23), o juiz Wladys Roberto Freire do Amaral, da 4ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, determinou a retomada da investigação no prazo de 48 horas e a definição de uma nova composição de seus membros.

Isso porque o juiz reconheceu que houve uma manobra da base do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que assinaram o documento para abertura da CPI após o seu protocolo. A manobra seria com o intuito de que vereadores da base fizessem parte da comissão para atrapalhar a investigação. Na época, o então presidente da Casa, vereador Justino Malheiros (PV), nomeou os vereadores Adevair Cabral (PSDB) e Mário Nadaf (PV) como membros. 

Segundo o regimento da Casa não só é permitido a participação da CPI dos parlamentares que assinaram o requerimento antes do seu protocolo. Toninho de Souza (PSD), Elizeu Nascimento (DC), Sargento Joelson (Pode) e Gilberto Figueiredo (PSB) também assinaram o requerimento no período certo. Elizeu atualmente ocupa o cargo de deputado estadual e Gilberto de secretário de saúde.

Foi Diego Guimarães que ingressou com mandado de segurança em março de 2018 denunciando a manobra da base do prefeito. A Câmara chegou a recorrer para reverter a liminar, mas o recurso foi indeferido. Misael Galvão disse que espera ser notificado para tomar uma decisão. 

“Foi uma manobra arquitetada pelo prefeito, seus advogados e os vereadores da base para evitar que as investigações fossem a fundo. Manobra muito bem feita, esperando e contando com a impunidade. Foi um tapa na minha cara que estava no início deste mandato e acreditava que aqui uma investigação poderia seguir de forma isenta”, explicou o parlamentar.

Diego disse que se for escolhido para estar na comissão, deve convidar o prefeito Emanuel Pinheiro para explicar o vídeo divulgado em rede nacional de televisão, no qual ele foi flagrado guardando maços de dinheiro no paletó de suposta propina paga aos deputados estaduais na gestão do ex-governador Silval Barbosa. 

“A justiça tarda mas não falha. A CPI foi suspensa, alguns disseram que eu fiz isso para ajudar o prefeito Emanuel Pinheiro, mas não, eu queria justamente quebrar a manobra que o prefeito tinha feito nesta casa. A justiça reconheceu e demostra para aqueles que acreditam na impunidade que isso não cabe mais para as instituições brasileiras. Agora cabe ao presidente escolher o quanto antes os dois novos membros. Oitivas precisam ser feitas, acareações, o prefeito Emanuel Pinheiro e seu irmão Popó Pinheiro precisam vir aqui para esclarecer o que se decorreu naquele vídeo. Para que a verdade venha a tona”, disse o parlamentar. 
Direto da assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Como você acha que está a violência em Mato Grosso neste ano?

Você deve selecionar uma opção
Enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet