Cuiabá, domingo, 22/09/2019
18:33:51
informe o texto

Notícias / Esporte

03/09/2019 às 10:50

STJD identifica irregularidades na indicação de auditores no TJD-MT e justifica intervenção

Supremo Tribunal de Justiça Desportiva concede prazo de 30 dias para correção de irregularidades e escolha de novo pleno

Derik Bueno

STJD identifica irregularidades na indicação de auditores no TJD-MT e justifica intervenção

Foto: Reprodução

O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu pela intervenção no Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso (TJD-MT). Essa medida foi tomada após avaliação dos termos de posse, dos ofícios das indicações dos auditores e da lista tríplice da procuradoria que apresentavam irregularidades.

O interventor, Auditor João Bosco Luz Morais foi nomeado pelo presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho. O prazo de intervenção será de 30 dias, para que o haja a regularização e seja feita uma nova eleição para presidente, e também composição do Pleno do TJD-MT.
Enquanto todas as questões citadas não sejam solucionadas, todos os processos pendentes de julgamento e as súmulas dos jogos de todas as competições que estão em andamento organizadas pelo Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) serão enviadas pelo TJD-MT para o Rio de Janeiro.

Decisão da intervenção
 
Para chegar até a intervenção, o STJD iniciou uma inspeção no dia 13 de agosto, e assim analisar com rigor o funcionamento do TJD-MT. Os documentos citados no início da reportagem foram apresentados, porém, existiam inconstância. O despertar de toda essa situação foi devida a reclamações junto a corregedoria e indícios irregularidades.
 
Após receber o ofício de intervenção, o então presidente do TJD-MT, Jorge Miraglia renunciou ao cargo. No dia 19 de agosto, por meio de e-mail, encaminhou as indicações, no entanto, supostas irregularidades foram identificadas. O Pleno do STJD reuniu todas as informações, e no dia 29 de agosto foi decidida pela intervenção.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet