Cuiabá, segunda-feira, 16/09/2019
22:57:39
informe o texto

Notícias / Política

06/09/2019 às 16:16

'Já escutei de ‘intelectualóides’ que PM tem que levar um tiro para poder reagir'

Ele cita que há 30 anos uma emissora de TV sempre propagou que o uso da maconha é normal e uma coisa bacana.

Fernanda Leite

'Já escutei de ‘intelectualóides’ que PM tem que levar um tiro para poder reagir'

Foto: Leiagora/LTV

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, que esteve em Cuiabá nessa quinta-feira (5), participou da comemoração de 184 anos da Polícia Militar de Mato Grosso. Em um discurso ‘acalorado’ ele disparou que ‘intelectualóides’ e canais de TVs propagam que tudo é permitido, inclusive, um policial militar levar um tiro para poder reagir.

“Já escutei de ‘intelectualóides’ que PM tem que levar um tiro para poder reagir. O sangue de uma pessoa que se põe na frente de uma ameaça para salvar um inocente, é um sangue sagrado. E uma gota de um sangue sagrado vale mais do que uma piscina de sangue de um vagabundo.  A vida de um policial vale mais do que a de um vagabundo”, disparou.

Ele cita que há 30 anos uma emissora de TV sempre propagou que o uso da maconha é normal e uma coisa bacana. ” Conseguiram. Hoje tem uma epidemia de crack no Brasil. Hoje a maconha corre solta. O traficante pega o dinheiro e muitas vezes matam policiais porque tem play boy fumando maconha ou usado cocaína, crianças levam balas perdidas, mas porque o ministro falando sobre isso?”, criticou.

Para ele o mal estaria dentro das faculdades por causa do nível educacional do Brasil. “O mal está nas escolas, nas faculdades. O Brasil está no pior índice educacional da  américa do sul. Estamos pior do que nossos vizinhos. E esses ‘intelectoalóides’ se vangloriam e falam mal dos policiais que todos os dias saem numa luta para enxugar gelo, mas vocês não estão enxugando gelo, porque o mal jamais irá vencer o bem. Isso está na bíblia. Vocês são a última fronteira nesta luta. Vocês [PMs] estão sendo chamados para resgatar a educação nas escolas cívicos-militares. A gente precisa da polícia, a gente precisa do símbolo da bandeira nacional, a farda. Precisamos dos valores que a PM luta para defender. E para acabar com esse mal que foi semeado nas escolas do país”, discursou o ministro.

Por fim, o ministro destacou que a Polícia Militar luta todos os dias contra o mal. “Em tempos que o mal não tem vergonha de falar que é bonito, a polícia sabe o que é o bem e o mal. A polícia é a última defesa da sociedade”, disse Weintraub.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet