Cuiabá, quinta-feira, 19/09/2019
21:17:38
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

12/09/2019 às 07:25

Gallo confirma calote da União em MT sobre FEX

O secretário disse que o valor de 2019 repassado aos Poderes está aprovado na Lei Orçamentária dividida em 12 vezes

Luana Valentim e Fernanda Leite

Gallo confirma calote da União em MT sobre FEX

Foto: Reprodução da internet

O secretário de Estado de Fazenda Rogério Gallo explicou nesta quarta-feira (11), que a suplementação que o Estado faz aos Poderes não significa que seja um dinheiro novo no exercício de 2019. Também confirmou que a União dará um calote em Mato Grosso referente ao Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX) de 2018, avaliando que a única perspectiva de receber esse valor é com a sessão onerosa que tem previsão de R$ 700 bilhões.

Gallo disse que o valor de 2019 repassado aos Poderes está aprovado na Lei Orçamentária dividida em 12 vezes.

Saiba Mais: Estado prevê calote da União de meio bilhão - vídeo

“Então se tem R$ 1 bilhão para o Tribunal de Justiça, divide por 12 que é o duodécimo. Então ele recebe 1/12 todos os meses do orçamento aprovado para 2019. Se tem suplementação muitas vezes é sobra de caixa ou alguma outra movimentação que o Poder quer fazer”, afirmou.

O secretário destacou que é o governador que edita os decretos orçamentários, afirmando que não possui disponibilidade constitucional sobre isso tendo a obrigatoriedade de cumprir o que for determinado.

Gallo pontuou que a Constituição determina que esses recursos hoje aos Poderes. Caso tome atitude contrária, o Estado poderá ser acionado na Justiça.

Ao falar sobre a vinda do Auxílio Financeiro de Fomento às Exportações (FEX), o secretário afirmou que a União dará um calote em Mato Grosso referente a 2018, sendo liberado apenas o repasse deste ano na ordem de R$ 500 milhões.

“Não estive na reunião, mas o que eu ouvi do governador e da bancada é que há uma promessa de se pagar o FEX de 2019 e 2018 ficaria para trás. Infelizmente seria um calote na visão dos estados”, frisou.

Gallo destacou que a perspectiva é que na sessão onerosa obtenha o valor de R$ 70 bilhões onde R$ 30 bilhões seria distribuído aos estados e R$ 40 bilhões ficaria para a União. Desse valor poderia retirar os R$ 4 bilhões referente ao FEX de 2018 e 2019 para repassar aos estados.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Você está satisfeito (a) com a gestão do governador Mauro Mendes?

Você deve selecionar uma opção
+enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet