Cuiabá, domingo, 20/09/2020
16:41:20
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

25/09/2019 às 08:48

Exportação de milho reduzirá oferta interna e setor terá dificuldade de compra

Conforme a entidade, já foram embarcadas para fora 27 milhões e outros 13 milhões serão oportunamente exportados

Leiagora

Exportação de milho reduzirá oferta interna e setor terá dificuldade de compra

Foto: Reprodução

 A Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc) avalia que em 2020 poderá falta milho no mercado interno para atender a toda a demanda. "A insuficiência de milho será decorrência de fatores naturais (seca, queimadas, atraso no plantio e redução de área cultivada) e econômicos (aumento das exportações do grão em face da situação cambial favorável)", disse a entidade em nota. O presidente da Faesc José Zeferino Pedrozo, que é vice-presidente da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), pretende levar o assunto para discussão em Brasília.

O vice-presidente da Faesc, Enori Barbieri, apontou, em nota, que o Brasil terá safra recorde de 101 milhões de toneladas e que 60 milhões de toneladas ficarão para consumo interno e outros 40 milhões de toneladas serão exportadas.

Conforme a entidade, já foram embarcadas para fora 27 milhões e outros 13 milhões serão oportunamente exportados. "E tem outro detalhe: 5 milhões de toneladas serão transformados em etanol de milho no Centro-Oeste do Brasil, o que reduzirá ainda mais a disponibilidade do grão no próximo ano", afirmou.

Para Barbieri, "faltou visão e planejamento ao Ministério da Agricultura". Na sua avaliação, já deve faltar milho no primeiro semestre de 2020. "O cenário é preocupante porque, da demanda total, 96% destinam-se à nutrição animal, principalmente dos plantéis de aves e suínos."

Em Santa Catarina, o déficit de milho - cerca de 3,3 milhões de toneladas/ano - é suprido por compras do grão em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraná, além das importações da Argentina e Paraguai.

 
Direto de São Paulo, Estadão Conteúdo

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet