Cuiabá, terça-feira, 15/10/2019
03:13:38
informe o texto

Notícias / Variedades

10/10/2019 às 15:32

Compadre Washington é acusado de abandono afetivo e de atrasar pensão do filho

O cantor de É O Tchan foi acionado judicialmente pela mão da criança

Leiagora

Compadre Washington, do É O Tchan, foi acionado judicialmente pela estudante de enfermagem Débora Souza, que é mãe de um filho de nove anos de idade com o cantor.

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, a mulher pede que Compadre Washington pague de forma integral a pensão, já que os depósitos estão sendo feitos de forma irregular. Para a colunista, Débora, que conheceu o cantor em 2006 em uma rede social, disse:

Ficou acordado que ele pagaria a pensão no valor de dois salários mínimos [aproximadamente dois mil reais]. Dentro desses dois salários já vem incluso o valor do plano de saúde, que meu filho precisa porque sofre de problemas respiratórios. Só que ele vem descumprindo esse acordo. Já chegou a ficar devendo três meses.

Quando noticiei os atrasos uma vez, na internet, em um instante fizeram o depósito. Depois ficam depositando de dois em dois meses. Agora, dia 10 [de outubro], vão completar mais dois meses de atraso, e ainda assim quando depositam não colocam o valor integral. Apenas parcial. Ele vai depositando pela metade e isso gera multa - que eles não depositam logo também. Com isso, vai prejudicando a vida do meu filho e, consequentemente a minha, porque o que era pra nós dois estarmos arcando, eu estou arcando sozinha, e isso me desorganiza totalmente. Fora o abandono afetivo.

Ela afirma que ele não registrou o menino e pediu, também, um teste de DNA para se certificar de que era filho dele, além de tê-la deixado sozinha durante toda a gravidez. Eita!

Essa, inclusive, não é a primeira vez que Compadre Washington se envolve em um processo devido a falta de pagamento da pensão.

 
Da Redação - Estadão Conteúdo

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Enquete

Como você acha que está a violência em Mato Grosso neste ano?

Você deve selecionar uma opção
Enquetes
 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet