Cuiabá, quinta-feira, 14/11/2019
05:35:13
informe o texto

Notícias / Geral

12/10/2019 às 16:13

Justiça bloqueia contas da UFMT e acha R$ 726 mil

O pagamento dos salários dos vigilantes terceirizados estão atrasados desde janeiro porque a instituição de ensino não tem feito os repasses mensais.

Fernanda Leite

Justiça bloqueia contas da UFMT e acha R$ 726 mil

Foto: Reprodução da internet

A Justiça determinou nesta semana o bloqueio nas contas da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)  para que quitar os honorários dos seguranças da empresa MJB Vigilância e Segurança LTDA.

O pagamento dos salários dos vigilantes terceirizados estão atrasados desde janeiro porque a instituição de ensino não tem feito os repasses mensais. Na conta da universidade foram encontrados R$ 726.847,63. “Consoante se infere pela ordem de detalhamento em anexo, foi bloqueado na conta da UFMT  mantida junto a Caixa Econômica Federal a importância de R$ 726.847,63, e o valor de R$ 2.323,20, foi desbloqueado por se tratar de “ativos comprometidos em composição de garantia, ou em ciclo de liquidação ou resgate”, consta na decisão.

Sem receber salários, os seguranças já realizaram protestos em frente ao portão de entrada da instituição federal.  

Neste ano, a UFMT teve sua energia cortada devido a uma dívida acumulada com a concessionária de energia elétrica Energisa  no valor de R$ 5 milhões.  

A universidade enfrenta uma série de problemas financeiros. A reitora  Myrian Serra, declarou em julho deste ano que a dívida atual da UF chega a quase R$ 20 milhões.

A situação financeira da universidade deve piorar ainda mais neste ano, porque o governo federal anunciou o corte de R$ 5,8 do orçamento do Ministério da Educação (MEC), e a UF teve o  bloqueio de 30% no orçamento para 2019, que corresponde a R$ 34 milhões.
 
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet