Cuiabá, terça-feira, 12/11/2019
07:13:36
informe o texto

Notícias / Política

07/11/2019 às 12:14

Salário do prefeito de Cuiabá será maior que Bolsonaro

Em resumo, ao final o aumento será de quase R$ 7 mil, ou seja, cerca de 30% no acumulado dos dois dois anos.

Luana Valetim e Alline Marques

Salário do prefeito de Cuiabá será maior que Bolsonaro

Foto: Reprodução

O projeto que prevê o aumento do salário do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), e de mais 400 servidores deve ser votado na próxima semana pela Câmara de Cuiabá. O chefe do Executivo, que hoje recebe R$ 23,4 mil, passará a ganhar R$ 27,6 mil em 2020 e no ano seguinte o salário vai para R$ 32 mil, valor que ultrapassa até mesmo o valor pago para o presidente da República, Jair Bolsonaro, que recebe, sem os descontos, R$ 27,8 mil.

Em resumo, ao final o aumento será de quase R$ 7 mil, ou seja, cerca de 30% no acumulado dos dois dois anos.

O presidente da Câmara, Misael Galvão (PSB), informou que o projeto já foi apresentado pela Mesa Diretora e conta com o parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça da Casa. A previsão é que a proposta seja analisada pela Comissão de Orçamento nesta sexta-feira (08). Com isto, deve entrar em plenário já na próxima semana.

Misael garante que os estudos de impactos financeiros estão dentro o limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, mas evitou apresentar os números. Para o vereador, a Câmara está cumprindo com seu papel de apresentar o projeto. Ele contou também que o assunto foi discutido entre os sindicatos das categorias afetadas e o prefeito, somente depois, a Mesa Diretora apresentou a proposta.

“Está dentro do impacto, dentro da legalidade, processo aprovado pelo CCJ e pela equipe técnica”, afirmou. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet