Cuiabá, quarta-feira, 08/04/2020
14:07:31
informe o texto

Notícias / Política

29/11/2019 às 09:11

Abílio acusa Saad de ter ameaçado ele e sua família; tucano nega

Segundo o vereador, as ameaças seriam por conta da repercussão que o social cristão vem dando sobre o depoimento da servidora do Hospital São Benedito

Luana Valentim

Abílio acusa Saad de ter ameaçado ele e sua família; tucano nega

Foto: Assessoria

O vereador Abílio Brunini (PSC) acusou nesta quinta-feira (28) o seu colega de Parlamento Ricardo Saad (PSDB) de ter feito ameaças contra ele e sua família por conta da repercussão que o social-cristão vem dando sobre o depoimento da servidora do Hospital São Benedito que acusa o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) de ter comprado alguns parlamentares para cassar Abílio. O tucano teve seu nome citado no depoimento da funcionária pública, mas nega que tenha feito qualquer tipo de ameaça.

A servidora Elizabete Maria de Almeida, 31 anos, registou um boletim de ocorrência denunciando uma articulação de vereadores que pretendem cassar o mandato de Abílio. Ela contou no depoimento que foi convidada para um jantar na casa do vereador Juca do Guaraná (Avante), no condomínio Belvedere, em Cuiabá. Ela disse ter presenciado Pinheiro com um envelope nas mãos e oferecendo R$ 50 mil e mais 20 cargos comissionados aos vereadores Ricardo Saad, Chico 2000 (PL) e ao diretor do hospital São Benedito, Oseas Machado.

“O Saad veio agora a pouco aqui e me ameaçou dizendo: agora você está ferrado comigo, sou seu inimigo, vou atacar a sua família. O Dilemário viu o Saad fazer as ameaças. O Saad agora não pode ser relator do meu processo se ele é meu inimigo”, destacou na tribuna.

Abílio disse que a servidora durante o processo da oitiva que os vereadores colocaram em sigilo para não expô-los, falou de fraude no processo, coação  à testemunha e casos gravíssimos envolvendo membros da Comissão de Ética e demais vereadores. “Ela foi quem falou e quem terá que provar. Quem está querendo fazer barulho, cortina de fumaça, para disfarçar o que ela disse são os vereadores da base do prefeito citados por ela”.

Segundo o vereador, Elizabete foi conscientizada pelo delegado da Defaz a ter que provar suas acusações sob o risco de o processo ser revertido e ela se tornar réu, podendo até ser presa. Mas a servidora garantiu que tem como provar tudo o que foi denunciado.

Por outro lado, Saad nega que tenha feito ameaças contra o seu colega de Parlamento. Ele disse que a intenção de Abílio é desqualifica-lo assim como está fazendo com os demais membros da Comissão de Ética. "Ele quer que eu não seja mais relator do processo para poder entrar no meu lugar o Bussiki, ou qualquer outro da oposição".

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet