Cuiabá, sexta-feira, 06/12/2019
02:18:31
informe o texto

Notícias / Política

02/12/2019 às 15:36

Juca diz que vídeos de festa foram feitos por ele e divulgados na rede social

Para o vereador, trazer à tona as informações contidas no boletim de ocorrência registrado por Abilio “trata-se de sensacionalismo, fake News e até chantagismo”.

Alline Marques

Juca diz que vídeos de festa foram feitos por ele e divulgados na rede social

Foto: Reprodução

O vereador Juca do Guaraná (Avante) mais uma vez rebateu acusações feitas tanto pela servidora do Hospital São Benedito, Elizabete Maria de Almeida, 31 anos, quanto pelo vereador Abílio Brunini (PSC) e voltou a negar a presença da funcionária pública na casa dele. Ele afirmou ainda que os vídeos que foram divulgados no fim de semana da festa na residência do parlamentar foram publicados por ele mesmo em sua rede social no dia da resenha.

Bastante indignado com as imagens divulgadas no fim de semana e as acusações feitas por Abilio, que fez boletim de ocorrência apresentando os prints das conversas com a servidora, Juca voltou a desafiar qualquer pessoa a comprovar a ida dela na casa dele. Inclusive disse que coloca a residência a venda e sairia levando apenas a roupa do corpo e sua mãe com ele.

O parlamentar disse ainda que espera que as investigações solicitem a quebra de sigilo telefônico da servidora e questionou o por que ninguém consegue falar com esta mulher. “Todo mundo fala comigo, com o prefeito, mas ninguém vai atrás desta mulher que tem residência fixa e trabalho fixo. Cabe a quem acusa provar, mas eu vou fazer o contrário, vou provar minha inocência e vou até as últimas consequências”, afirmou.

Juca garante que nem a servidora, nem muito menos a chefe dela estariam no local. Assim como desmente a informação de que estariam na casa dele neste dia, o vereador Adevair Cabral, o suplente de vereador Oséas Machado, e o ex-vereador Ralf Leite.

Para ele, trazer à tona as informações contidas no boletim de ocorrência registrado por Abilio “trata-se de sensacionalismo, fake News e até chantagismo”.

O vereador alega ainda que o prefeito Emanuel Pinheiro tem outras prioridades que vão muito além da sua preocupação com a cassação de Abilio, além de jamais oferecer dinheiro em uma festa com a presença de várias testemunhas. “Era um ambiente de descontração e alegria, onde estávamos ninguém queria falar de Abilio”, afirmou.

Juca do Guaraná já havia informado que apresentou a lista de presença de entrada e saída do condomínio, além de imagens das câmeras de segurança, que comprovam que a servidora não esteve no condomínio naquele dia. Nem ela e nem a chefe conforme ela diz em uma suposta conversa no whatsapp com Abilio.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet