Cuiabá, segunda-feira, 30/03/2020
12:24:27
informe o texto

Notícias / Política

17/01/2020 às 21:37

Abílio confirma encontro em hotel e nega que a servidora tenha dito que foi armação

O vereador disse que pediu quebra de sigilo das investigações

Edyeverson Hilario

O vereador Abílio Brunini (PSC) foi ouvido nesta sexta-feira (17) na Delegacia de Combate aos Crimes de Corrupção sobre a suposta propina paga por Emanuel Pinheiro (MDB) para a cassação do seu cargo na câmara municipal de Cuiabá.

O depoimento que durou cerca de duas horas foi dado ao delegado José Ricardo Garcia Bruno. Em entrevista, ele confirmou ter se encontrado com a servidora Elizabete Maria em um hotel da capital e negou que em segundo depoimento, a servidora tenha dito que ambos armaram a situação.

Após o depoimento – antecipado em virtude de uma viagem marcada para esse fim de semana, com retorno apenas no dia 4 de fevereiro – o vereador disse que vai entregar o seu celular à polícia e que pediu a quebra de sigilo das investigações. “Transparece para todo mundo. Eu não tenho vergonha do que está lá”, afirmou.

De acordo com ele, o encontro no hotel ocorreu para que ela esclarecesse os fatos. Informações que foram apresentadas ao delegado responsável pelo caso. Abílio também disse que teve acesso ao depoimento da servidora e negou que ela teria dito que houve armação em um segundo depoimento. “Ela não falou que eu a procurei para afirmar alguma coisa. Não existe esse documento onde ela fala que o vereador fez esquema ou fez armação”, assegurou.

Contudo, pessoas próximas a Elizabete nega que ela teria prestado um segundo depoimento à polícia.

O fato novo, segundo o vereador, foi ela ter alegado que quem estava na festa era a sua chefe e não ela. Abílio, por sua vez, afirmou que “não cabe a mim dizer se ela esteve ou não, se a chefe dela esteve ou não. Cabe a eles (polícia) descobrir se esteve”.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet