Cuiabá, quarta-feira, 26/02/2020
14:26:00
informe o texto

Notícias / Esporte

22/01/2020 às 13:06

Em meio a protestos e retirada de patrocínios, Operário revê contratação de Bruno

De forma sucinta, o CEOV informou à imprensa que a diretoria está revendo a possível contratação do atleta

Leiagora

Em meio a protestos e retirada de patrocínios, Operário revê contratação de Bruno

Foto: Reprodução

O clube esportivo Operário Várzea-grandensse publicou uma nota de esclarecimento no perfil oficial do time em uma rede social sobre a polêmica contratação do goleiro Bruno.

De forma sucinta, o CEOV informou à imprensa que a diretoria está revendo a possível contratação do atleta.
 
Bruno foi condenado a 22 anos pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio, ocorrido em 2010, e atualmente cumpre a pena no regime semiaberto no interior de Minas Gerais. No entanto, a justiça já autorizou a vinda do goleiro para Mato Grosso e permitiu que ele jogue no time de Várzea Grande.

A publicação já possui mais te 70 comentários e cerca de 37 compartilhamentos. A opinião dos seguidores da página está dividida. Em meio a protestos e perda de patrocinadores o Operário poderá não oficializar a contratação do goleiro. 

Na noite dessa terça-feira (21) um grupo de mulheres se manifestaram contra negociação de Bruno. O ato foi realizado pelo coletivo feminino, Bloco das Mulheres, que repudia o machismo e a violência contra mulher. 

Além do bloco de Mulheres, outras entidades já se manifestaram contrárias a contratação do goleiro. Dentre elas, o coletivo feminino da torcida organizada Força Jovem Operário.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet