Cuiabá, sexta-feira, 25/09/2020
00:29:05
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

12/02/2020 às 10:18

Aliança Agroeconômica lança novo relatório com dados do Centro-Oeste

O estudo revela que a região exibiu saldo positivo de 58,6 mil empregos, no qual, 18,3 mil foram gerados pelo agronegócio

Leiagora

Aliança Agroeconômica lança novo relatório com dados do Centro-Oeste

Foto: João Carlos Castro/ Sistema Famasul

A Aliança Agroenômica esteve reunida no dia 6 de fevereiro, na sede da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília, para o lançamento do 4° Relatório Agroeconômico do Centro-Oeste (4º trimestre de 2019) e alinhamento das ações do projeto para 2020.  

Há um ano do lançamento do grupo, os relatórios trimestrais elaborados com a colaboração técnica das entidades que pertencem ao projeto, têm auxiliado produtores rurais e as organizações ligadas ao setor agropecuário, nas tomadas de decisões.

O novo relatório traz entre os destaques a estimativa de vínculos empregatícios na região Centro-Oeste em 2019. Segundo o estudo a região exibiu saldo positivo de 58,6 mil empregos, no qual, 18,3 mil foram gerados pelo agronegócio, direta ou indiretamente.

Nos destaques também estão as exportações brasileiras bovinas, que registraram recorde no 4º trimestre de 2019. No mês de outubro o Brasil apresentou volume de 197 mil toneladas e receita de US$ 858 milhões, os maiores valores do ano. E grande parte deste volume teve origem o Centro-Oeste, que também registrou alta nos volumes e receita exportada. Mato Grosso teve variações positivas, com aumento de 20,20%.

Além do cenário dos empregos e das exportações de bovinos, o relatório apresenta dados referentes ao preço da soja e do milho, cotações bovinas, estatísticas microrregionais, custo de produção (soja e milho), área, produtividade, mercado interno e internacional, importações e entre outros.

Do Imea participaram o superintendente Daniel Latorraca, o gestor de Desenvolvimento de Mercado, Rondiny Moreira e a analista de Conjuntura Econômica, Vanessa Gasch.


A Aliança agroeconômica é composta pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Instituto CNA, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) e Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag). 

Para acessar o relatório clique aqui: https://go.aws/39sw3kd
 
Com informações da Famato
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet