Cuiabá, sábado, 04/07/2020
07:55:51
informe o texto

Notícias / Geral

12/02/2020 às 10:54

Seguranças de shopping são acusados de ameaçar menino que vendia rifas

Depois que o caso foi denunciado em uma página do Facebook, clientes lembraram morte de vendedor ambulante

Camilla Zeni

Um segurança do Goiabeiras Shopping, em Cuiabá, está sendo acusado de ter ameaçado um menino que vendia rifas na praça de alimentação do estabelecimento. 

O fato veio à tona nesta quarta-feira (12), depois que uma cliente publicou um relato no grupo de Facebook “Aonde Não Ir em Cuiabá”.

Segundo a mulher, o menino circulava pela praça de alimentação, oferecendo rifa, quando foi abordado com truculência por um dos seguranças do local.

Ela informou que o profissional apenas tomou os papéis da mão do adolescente e os rasgou. Falando “palavras de baixo calão”, segundo ela, ele ainda teria ido “para cima do menino”.

O caso causou revolta, não apenas por parte do adolescente quanto de outros frequentadores do shopping. 

“Falta preparo. O shopping não aprendeu com fatos passados e não treina as pessoas para atuarem de forma educada e menos grosseira”, escreveu a cliente em seu relato.

Ela informou que estava com suas duas filhas pequenas e que as crianças se assustaram com o comportamento do segurança. Por isso, ela também não conseguiu intervir na situação, tendo que acalmá-las. Contudo, outros clientes do shopping teriam repreendido o segurança e ainda comprado as rifas do menino, para que ele não ficasse no prejuízo.

Mesmo depois das manifestações, o segurança ainda teria perseguido o menino, “esbravejando e ameaçando”, segundo a mulher. 

Recorrente
No mesmo grupo do Facebook, os usuários e clientes do shopping não deixaram passar a falta de preparo da equipe de segurança.

Uma mulher comentou que, no domingo (9), pedia uma informação para um dos seguranças quando ele recebeu um aviso no rádio de que um menino que estava molhado pela chuva estaria vendendo balas no shopping. “O segurança deixou de me dar a informação porque recebeu no rádio que deveria barrar o menino...cena triste”, ela comentou.

Já outro usuário resgatou um fato que marcou a história do shopping: “Nesse mesmo shopping os seguranças mataram um vendedor ambulante que só queria usar o banheiro. Parece que nada mudou”, escreveu.

Morte de ambulante
O crime mencionado pelo cliente se trata do assassinato brutal do vendedor Reginaldo Donnan dos Santos Queiroz, à época com 31 anos. 

O caso aconteceu em agosto de 2009, quando a vítima foi abordada na praça de alimentação do shopping por carregar vários porta-latinhas e usar um chapéu no estilo mexicano. Ele trajava roupas simples e teria entrado no shopping para comprar ingressos de um espetáculo. 

Segundo as informações da época, ele foi abordado por dois seguranças, que recolheram o material. Minutos depois, quando ele estava em uma loja de artigos esportivos, foi imobilizado pelos profissionais e levado para a sala de segurança. De lá, saiu dentro de um contêiner de lixo, já inconsciente. 

Ele ainda teria sido levado por um camburão da Polícia Militar para uma delegacia e só então deu entrada no Pronto-Socorro de Cuiabá. A vítima teve a morte cerebral declarada três dias depois, por traumatismo craniano.

Pelo crime, dois seguranças foram condenados, um a 23 anos de prisão e outro a 12 anos e seis meses.

Outro lado
O Leiagora entrou em contato com a assessoria do shopping, que enviou a seguinte nota:

O Goiabeiras Shopping repudia todo e qualquer ato violento ou discriminatório e esclarece que investe no treinamento de sua equipe para garantir a segurança e o conforto de seus clientes. O Shopping informa ainda que todas as providências em relação ao assunto estão sendo tomadas junto à empresa terceirizada. Além disso, ressalta que trabalha continuamente para que todos os clientes sempre se sintam acolhidos e bem-vindos.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Marta 13/02/2020 às 00:00

    "para a segurança e conforto de seus CLIENTES". A primeira coisa a ser feita ao botar os pés no Goiabeiras é comprar uma casquinha e guardar a nota, do contrário, qualquer um pode ser "gentilmente convidado" a se retirar do shopping.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet