Cuiabá, quinta-feira, 20/02/2020
00:07:32
informe o texto

Notícias / Judiciário

13/02/2020 às 15:45

TJ adia votação sobre aumento de desembargadores no Pleno para dia 27

A sessão estava prevista para esta tarde, mas o colegiado entendeu que a decisão deveria passar pelo Pleno, composto pelos 30 desembargadores

Camilla Zeni e Alline Marques

TJ adia votação sobre aumento de desembargadores no Pleno para dia 27

Foto: Giuseppe Feltrin / Leiagora

O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) adiou a votação referente à criação de novas nove vagas para o cargo de desembargador.

A sessão estava prevista para esta tarde, mas o colegiado entendeu que a decisão deveria passar pelo Pleno, composto pelos 30 desembargadores. O assunto deve ser discutido novamente no dia 27 de fevereiro, às 14h.
 
A decisão em aumentar o número de magistrados se deve ao aumento da demanda no Poder Judiciário.

Um estudo estaria sendo realizado há alguns anos, considerando também o impacto financeiro desses novos desembargadores. O custo da nova folha, porém, não foi divulgado. Atualmente os magistrados do Poder Judiciário recebem salários que variam entre R$ 30 mil e R$ 50 mil, além de benefícios.
 
Quanto ao aumento de vagas, depois de aprovado pelo Pleno, o projeto é encaminhado para a Assembleia Legislativa e, em seguida, é enviado para o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A expectativa é de que todo o trâmite seja finalizado ainda neste primeiro semestre de 2020.

Das novas vagas, sabe-se que sete devem ser preenchidas pelos juízes do Poder Judiciário. Os critérios, como antiguidade e merecimento, ainda não foram definidos pelo TJMT.

O CNJ também estipula a destinação de vagas para o chamado quinto constitucional. Assim, o Ministério Público de Mato Grosso e a Ordem dos Advogados do Brasil – seccional de Mato Grosso (OAB-MT) também terão direito a vagas no Pleno.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet