Cuiabá, quarta-feira, 08/04/2020
20:19:07
informe o texto

Notícias / Polícia

15/02/2020 às 10:12

Um ano depois, homem é preso acusado de matar vigilante em Cuiabá

Morte ocorreu em uma obra no bairro Jardim Imperial em janeiro de 2019. Outros dois suspeitos foram identificados. Um deles está morto e o terceiro foragido.

Leiagora

Um ano depois, homem é preso acusado de matar vigilante em Cuiabá

Foto: PJC MT

Um homem foi preso suspeito de ter participado no crime que resultou na morte do vigilante Gerson Gauto Flores, ocorrido em janeiro de 2019, no bairro Jardim Imperial, na Capital. O caso foi investigado pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá que cumpriu o mandado de prisão nessa sexta-feira (14).

As investigações constaram que três homens, todos identificados nas diligências, moradores do bairro Doutor Fábio, se uniram para a praticar o roubo. O trio pulou o muro do empreendimento imobiliário, onde a vítima trabalhava como vigilante na obra. Era uma noite chuvosa e os três se depararam com o vigia sozinho, em um container, e provavelmente, o objeto do roubo era a arma da vítima. Como o funcionário foi encontrado morto e com a arma próxima ao corpo, a investigação constatou que a vítima tentou alguma reação.

Após os disparos efetuados pelos suspeitos, outro vigilante que estava nas proximidades seguiu para o local e viu três pessoas correndo na escuridão e pulando o muro que dá acesso para a rua. Na fuga, o trio usou uma escada para acessar o muro e deixou cair no local uma máscara de caveira.

O delegado André Luís Prado Monteiro, pontua que a investigação foi bastante complexa e demandou da Polícia Civil diversas técnicas avançadas de investigação, que contaram com apoio do Ministério Público e Poder Judiciário.

Dos três investigados no crime, um deles foi morto em confronto com forças de segurança no mês de maio do ano passado. Outro foi preso, em cumprimento a mandado de prisão preventiva ontem e um terceiro encontra-se foragido, mas identificado pela Derf.

 
Informação da assessoria da PJC-MT

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet