Cuiabá, quinta-feira, 09/04/2020
19:24:33
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

19/02/2020 às 15:18

STF adia decisão sobre benefício fiscal a defensivos agrícolas

Ainda não foi marcada nova data para o julgamento

Leiagora

STF adia decisão sobre benefício fiscal a defensivos agrícolas

Foto: Nelson Jr./SCO/STF

Foi adiado o julgamento, no Supremo Tribunal Federal, da ação do PSOL que contesta as isenções de impostos federais e estaduais para agrotóxicos, previsto para esta quarta-feira (19). O benefício fiscal isenta da cobrança de IPI de 24 substâncias e reduz em 60% o ICMS nas operações interestaduais envolvendo 15 tipos de defensivos agrícolas. Ainda não foi marcada nova data para o julgamento.

De acordo com o Ministério da Agricultura, o impacto aos produtores com o aumento dos custos de produção pode chegar a R$ 12 bilhões/ano. A Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) é amicus curiae, é parte interessada nesta ação, e já fez aporte de informações aos magistrados mostrando que, no caso da soja, haverá um impacto de R$ 8 bilhões no custo aos produtores.

A CropLife Brasil, entidade que representa empresas de defensivos, biotecnologias, controle biológico, sementes e agricultura digital, estimou, com base no cruzamento de dados públicos, que os gastos do brasileiro com a cesta básica poderão sair de 46,7% do salário mínimo líquido, já com desconto da Previdência Social — conforme cálculo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) de janeiro —, para mais 50% caso seja extinto o Convênio 100.
Aprosoja Brasil

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet