Cuiabá, segunda-feira, 30/03/2020
14:35:50
informe o texto

Notícias / Geral

28/02/2020 às 13:40

Escolas Estaduais recebem cerca de 4 milhões de livros didáticos

Para as unidades do campo, quilombola e indígenas, os exemplares chegam até as Assessoria Pedagógicas.

Leiagora

Escolas Estaduais recebem cerca de 4 milhões de livros didáticos

Foto: Assessoria

O Dia Nacional do Livro Didático foi comemorado nesta quinta-feira (27). A data coincidiu com o encerramento do período de entrega dos exemplares para a rede estadual de ensino, em um convênio entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e os Correios.

As escolas estaduais de Mato Grosso receberam cerca de 4 milhões de livros, que atendem os mais de 385 mil estudantes matriculados. Os alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental recebem livros novos, válidos por quatro anos. Para os estudantes do 1º ao 5º ano do ensino fundamental e de todo o ensino médio será feita reposição.

Segundo a responsável pelo livro didático da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Nilséia Maldonado, o livro didático é uma das principais ferramentas de uso cotidiano dos professores e dos alunos.

“Nossos livros chegam atualizados, pois estão conforme o Documento de Referência Currricular (DRC-MT) da Base Nacional Comum Curricular (BNCC)”, destaca. As escolas da rede estadual foram contempladas pelos livros porque fizeram adesão ao Plano Nacional do Livro Didático (PNLD) do FNDE.

Pelo convênio, os Correios fazem a entrega nas escolas urbanas. Para as unidades escolares do campo, quilombolas e indígenas, os exemplares chegam até as Assessoria Pedagógicas que se encarregam de levá-los para as escolas utilizando todos os meios de transportes disponíveis – onde a estrada termina, são utilizados barcos.

“Não havendo Assessoria Pedagógica na cidade, o ponto de entrega é a Secretaria Municipal de Educação”, explica Nilseia.

A responsável pelo livro didático da Seduc acredita que, por causa das chuvas, a entrega será finalizada na primeira quinzena de março, coincidindo com o início do ano letivo de 2020.

Descarte

Nilseia Maldonado ressalta que as escolas poderão contar com a colaboração de associações que trabalham com materiais recicláveis para fazer o descarte dos livros vencidos. “A escola deverá fazer a doação dos exemplares vencidos. Não podem ser vendidos”, assegura.

 
Da assessoria

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet