Cuiabá, quinta-feira, 09/04/2020
14:19:51
informe o texto

Notícias / Judiciário

03/03/2020 às 08:23

Vereador quer que Corregedoria investigue Paulo Prado por omissão sobre propina

Pedido é motivado após depoimento de Silval Barbosa na CPI do Paletó

Kamila Arruda

Vereador quer que Corregedoria investigue Paulo Prado por omissão sobre propina

Foto: Giuseppe Feltrin

O depoimento do ex-governador Silval Barbosa junto a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) promete ter desdobramentos. 

Diante das declarações do ex-gestor referente ao conhecimento do Ministério Público Estadual (MPE) sobre o esquema de pagamento de propina aos deputados estaduais, o vereador Diego Guimarães (PV) pediu que a CPI encaminhe o depoimento para a Corregedoria Geral do MPE e também ao Conselho Nacional do órgão.

Silval garantiu que recorreu ao Ministério Público para relatar a extorsão que sofreu dos parlamentares a época em que era governador do Estado, mas nenhuma providência foi tomada.

Por conta disso, o ex-chefe do Executivo Estadual afirma que foi obrigado a ceder a pressão e pagar propina aos deputados para garantir a execução das obras oriundas do programa MT Integrado e também referente à Copa do Mundo de 2014.

De acordo com ele, cada deputado estadual na época recebeu R$ 600 mil em parcelas de R$ 50 mil, para fazer vista grossa na fiscalização das obras.

Desta forma, a intenção em compartilhar o depoimento do ex-governador com as instituições visa apurar a conduta do ex-procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Paulo Prado.

“Apesar de não ser esse o objeto da CPI e, portanto, não vai constar no relatório, a Câmara não pode se omitir diante de fatos como esses. Por isso, pedimos que encaminhem as denúncias para os órgãos competentes, para que eles investiguem qual foi a conduta do procurador Paulo Prado e dos membros do MPE neste caso”, pontuou Diego Guimarães.

O pedido foi recebido pelos membros da CPI e deve ser deliberado na próximo reunião do grupo.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet