Cuiabá, segunda-feira, 06/07/2020
19:09:53
informe o texto

Notícias / Política

06/03/2020 às 15:02

Lúdio Cabral entra na Justiça contra projeto que cria VI para TCE e secretários de estado

Lei publicada tem submarino que cria verba indenizatória para secretários e adjuntos do governo de Mato Grosso

Leiagora

Lúdio Cabral entra na Justiça contra projeto que cria VI para TCE e secretários de estado

Foto: Da Assessoria

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) vai entrar com uma ação na Justiça contra a Lei nº 11.087, que cria verba indenizatória para o Tribunal de Contas do Estado (TCE) e para os secretários de Estado e adjuntos de Mato Grosso. O projeto, aprovado a toque de caixa nesta semana, foi enviado pelo TCE, mas contém um “submarino” que institui auxílios para o primeiro e segundo escalão do Poder Executivo.

“Se o governador quer implantar uma verba indenizatória para os secretários, tem que ter coragem de apresentar o projeto em vez de pegar carona no TCE, deixando todo o desgaste para os conselheiros e para os deputados da base governista. Foi um gesto covarde do governador. O TCE pelo menos teve coragem de assinar a proposta e assumir o desgaste”, afirmou Lúdio.

A inclusão do submarino que beneficia os secretários e adjuntos do governo foi feita por meio de emenda de autoria de “lideranças partidárias”. O projeto passou por três votações nesta semana e foi sancionado pelo governador e publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (6). O deputado Lúdio Cabral votou contra o projeto.

“Esse projeto tramitou de forma acelerada. Ao analisar a lei sancionada e o processo legislativo, encontramos diversos problemas. Eu não fui convocado para a reunião extraordinária da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) que deu parecer favorável ao projeto e à emenda. Existe também vício de iniciativa, pois o projeto é de autoria do TCE e cria despesa para o Executivo. Tudo isso nos dá argumentos para entrar com mandado de segurança no Tribunal de Justiça. Já estamos preparando a ação”, relatou Lúdio.

O “submarino” está no artigo 2º da lei sancionada. Confira: “Art. 2º Fica instituída uma verba indenizatória no valor correspondente ao subsídio de DGA-2 em favor dos Secretários Estaduais, Procurador - Geral do Estado e Presidentes de Autarquias e Fundações e no valor correspondente ao subsídio de DGA-3 aos Secretários-Adjuntos, quando em efetivo exercício das atividades do cargo, de forma compensatória ao não reembolso de diárias referentes a viagens dentro do Estado.”

 
Da Assessoria 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Natan de Queiroz 07/03/2020 às 00:00

    Não tem um mês que aprovaram a reforma da previdência aumentando a contribuição e taxando os inativos, não pagaram a RGA, tudo pq o estado estava em crise! Agora vem com essa??? Governos mentiroso... Totalmente incoerente e sem credibilidade

  • Gil Costa 06/03/2020 às 00:00

    Ludio nunca votei em vc, mas pode ter certeza...daqui pra frente vc terá meu voto no que vc concorrer. Estou farta desses vampiros.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet