Cuiabá, terça-feira, 07/04/2020
18:16:08
informe o texto

Notícias / Região Araguaia

10/03/2020 às 16:30

Entidades pedem ao MPF que incêndios florestais na região do Araguaia sejam investigados

A carta foi assinada por representantes do setor produtivo, comercial e político de pedem que o MPF investigue incêndios florestais no Araguaia

Gilnei Macari

Entidades pedem ao MPF que incêndios florestais na região do Araguaia sejam investigados

Foto: Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil

O Presidente do Sindicato Rural de Água Boa (750 Km de Cuiabá) Antonio Fernandes de Mello informou que o Ministério Público Federal de Barra do Garças recebeu a denúncia levantada por diversas entidades sobre os incêndios florestais e queimadas em terras indígenas na região. Ele disse que as queimadas têm causado prejuízos principalmente aos produtores rurais.

O maior foco de queimadas se concentra após o mês de julho, destruindo a palhada das lavouras, a colheita de milho ou outras culturas, as cercas e até as áreas de preservação permanente.

Antonio Fernandes ressaltou que já passou a época de queimar a vegetação nativa para o rebrote das pastagens. Atualmente, a pastagem já tem outra tecnologia, não necessitando de fogo para a renovação.

O líder sindical salientou que está na hora das autoridades investigarem quem realmente põe fogo. Citou que a faixa de domínio das rodovias federais e estaduais não recebem a limpeza adequada, e justamente também nesses trechos surgem alguns focos de incêndio.

Assinaram a Carta Aberta ao Ministério Público Federal, a Associação dos Engenheiros Agrônomos, Sindicato Rural, Núcleo da Aprosoja, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Câmara de Vereadores, Prefeitura e Associação Comercial e Empresarial, todos de Água Boa.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet