Cuiabá, sexta-feira, 16/04/2021
21:52:44
informe o texto

Notícias / Judiciário

16/03/2020 às 11:33

Justiça de MT deve informar ao STF se Silval tem pago acordo de delação corretamente

Despacho é do ministro Luiz Fux, em um pedido do ex-governador

Camilla Zeni

Justiça de MT deve informar ao STF se Silval tem pago acordo de delação corretamente

Foto: Edson Rodrigues/Secom

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, pediu que a Justiça de Mato Grosso informe se o ex-governador Silval Barbosa tem pago todas as parcelas do acordo de colaboração premiada corretamente.

O despacho, publicado na sexta-feira (13), considera um pedido do próprio governador, para agilidade na alienação dos bens que foram entregues com a delação. 

Para isso, Fux também solicitou ao juiz Leonardo Pitaluga, da Vara de Execuções Penais, informações sobre a venda dos imóveis, bem como a lista de bens que foram entregues em substituição ao pagamento da delação.

Ao firmar o acordo com o Ministério Público Federal, Silval se compromeu a devolver R$ 70 milhões aos cofres públicos. Desse valor, R$ 23 milhões seriam pagos em dinheiro. No entanto, depois o ex-governador pediu para entregar outros bens, de forma que restaria apenas R$ 653 mil para serem pagos até 2022.

A Justiça de Mato Grosso não decidiu sobre o pedido de Silval e encaminhou o caso ao STF. Nesse despacho, Fux respondeu que a substituição de valores pelo bens será analisada em momento oportuno.

Leia também
STF quer saber se Alan Malouf devolveu dinheiro acordado em delação
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet