Cuiabá, terça-feira, 02/06/2020
22:39:33
informe o texto

Notícias / Leia Rápido

27/03/2020 às 10:53

Luto em MT

Leiagora

Advogado, radialista, jornalista, poeta e músico. Um currículo que poucos acumulam ao longo de uma vida. E hoje Gentil Bussiki deixou a cultura mato-grossense com um vazio. Ele faleceu nesta sexta-feira (27), aos 80 anos. A causa da morte não foi informada. Atualmente, ele era vice-presidente da Jucemat. O falecimento foi lamentado por várias autoridades, dentre elas, o prefeito Emanuel Pinheiro.

Gentil era um nome respeitado no meio cultural mato-grossense. Gravou um disco em 2002, denominado Essencial, no gênero serestas. Sua dedicação à música e à literatura permitiram que fosse homenageado pelo bloco carnavalesco “Bode do Karuá”, em Chapada dos Guimarães, no carnaval de 2005, em que o tema foi Ser Chapada é ser Gentil, samba-enredo de autoria de Renatinho Olavarria e Zaquel do Cavaco.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet