Cuiabá, terça-feira, 26/05/2020
09:53:03
informe o texto

Notícias / Política

07/04/2020 às 16:51

Blairo critica declarações de ministro sobre a China: 'besteiras'

Hoje, o país asiático é o principal mercado de exportação, principalmente, para Mato Grosso, que a cada dez sacas de soja, oito têm como destino a China

Alline Marques

Blairo critica declarações de ministro sobre a China: 'besteiras'

Foto: Reprodução / Facebook

O ex-senador Blairo Maggi usou a rede social para criticar a postura de membros do governo Federal que disparam críticas ao governo da China e acabam prejudicando uma relação comercial que vem sendo construídas ao longo dos anos. Hoje, o país asiático é o principal mercado de exportação, principalmente, para Mato Grosso, que a cada dez sacas de soja, oito têm como destino a China

Maggi chamou de besteiras as declarações do ministro da Educação,Abraham Weintraub. Para ele, isto prejudica a relação com o país asiático. “Ao longo dos 2 anos e 7 meses em que fui ministro da Agricultura, estive por várias vezes em missão comercial na China e pude aprender e respeitar seus costumes. Por essa razão, eu diria que essas besteiras, ditas por pessoas do nosso Governo, prejudicam muito as relações comerciais, o relacionamento e os laços de confiança que ambos governos buscam construir”. 

De acordo com Maggi, o povo chinês tem um orgulho justificado da sua cultura e do potencial que seu país alcançou. “Eles prezam pela formalidade, a amizade e o bom diálogo. Nós brasileiros, sobretudo as nossas autoridades, devemos entender e respeitar isso!”, finalizou. 

Outro político de Mato Grosso que pediu cautela neste debate foi o deputado federal Neri Geller (PP). Ele também já ocupou o cargo de ministro da Agricultura e pediu cautela ao governo Federal. "Nossa preocupação é de pacificar e manter as boas relações. Não queremos briga, precisamos dar suporte ao governo para atravessar a crise. Estamos muito preocupados e precisamos de cautela", afirmou. 

As declarações são repercussão à postagem feito pelo ministro da Educação nas redes sociais que provocou novo tensionamento nas relações entre o Brasil e a China. Ele usou o personagem do Cebolinha, da Turma da Mônica, para ridicularizar o sotaque dos chineses. Após ser criticado, Weintraub disse que pode até pedir desculpas à embaixada do país asiático por sua "imbecilidade", desde que a China forneça respiradores ao Brasil para o combate ao novo coronavírus.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet