Cuiabá, sexta-feira, 03/07/2020
22:54:52
informe o texto

Notícias / Polícia

04/05/2020 às 09:42

CPI do Paletó retoma atividades nesta quarta com oitiva de servidor

A oitiva será realizada no plenário da Casa de Leis a partir das 9 horas, com a restrição de apenas 12 participantes.

Kamila Arruda

CPI do Paletó retoma atividades nesta quarta com oitiva de servidor

Foto: Assessoria / Câmara de Cuiabá

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Paletó, instaurada na Câmara de Cuiabá para investigar o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), retoma suas atividades a partir desta quarta-feira (6) com a oitiva de Valdecir Cardoso. O depoimento está agendado para as 9h.

O servidor foi o responsável por instalar as câmeras no gabinete de Silvio Cesar Correa, ex-chefe de gabinete do ex-governador Silval Barbosa, a qual flagrou o atual chefe do Executivo Municipal recebendo maços de dinheiro.

Por conta da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) cogitou-se a possibilidade de os trabalhos serem retomados exclusivamente de forma online.  A medida, inclusive, foi regulamentada por meio de uma resolução aprovada pelo Parlamento Municipal, a qual garante a retomada de todas as investigações em andamento na Casa de Leis  por videoconferência.

“As reuniões de comissões permanentes e temporárias, inclusive de inquérito, poderão ser realizadas por vídeoconferência, por agendamento de cada presidente de comissão e sua realização seguirá as normas regimentais, inclusive, quanto aos prazos, que voltam a fluir a partir da publicação desta resolução”, diz parágrafo único do projeto de resolução aprovado pelos parlamentares.

O presidente da CPI do Paletó, entretanto, vereador Marcelo Bussiki (DEM), juntamente com os demais membros da Comissão, vereadores Toninho de Souza (PSDB) e Sargento Joelson (SD), optaram por manter as oitivas presenciais, respeitando as normas de segurança da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Desta forma, a oitiva será realizada no plenário da Casa de Leis com a restrição de apenas 12 participantes, incluindo os membros da CPI, o depoente e também o seu advogado.

Os demais poderão participar ativamente da oitiva, mas de forma remota via plataforma digital, assim como vem ocorrendo as sessões plenárias.

“Após a oitiva vamos deliberar sobre os requerimentos que encontram-se pendentes que refere-se a novos depoimentos, tais como do ex-deputado José Riva, do ex-secretário Eder Moraes e do irmão do prefeito, o Popó”, finalizou Bussiki.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet