Cuiabá, sexta-feira, 23/10/2020
01:13:47
informe o texto

Notícias / Política

12/05/2020 às 11:16

Misael chama Abílio de 'capim dourado' e diz que vai processá-lo por calúnia

O presidente da Câmara alegou ainda que Abílio 'beira o manicômio' e mantém o posicionamento de recorrer da decisão que devolve o mandato do parlamentar

Alline Marques

Misael chama Abílio de 'capim dourado' e diz que vai processá-lo por calúnia

Presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Misael Galvão

Foto: Câmara de Cuiabá

Durante entrevista coletiva realizada on-line na manhã desta terça-feira (12), o presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Misael Galvao (PTB), classificou o vereador Abilio Júnior (Podemos) como “capim dourado” e ainda disse que ele beira o “manicômio” por conta de sua postura no decorrer dos últimos dias.

Além disso, garantiu que irá processar o parlamentar por calúnia e difamação, devido às acusações de que ele estaria “fugindo” do oficial de justiça para não ser notificado da decisão liminar que devolveu o mandato de vereador ao parlamentar.

Misael afirma que também irá protocolar uma ação contra o advogado do vereador Abílio, Fabrizzio Cruvinell. Segundo o petebista, o jurista propagou informações inverídica a seu respeito. “Toda essa fake news que o Abílio propagou de mim durante esse final de semana, quero avisar que vou processá-lo. Já pedi para minha equipe jurídica tomar conta disso. Chega de fake news com meu nome", desabafou.

Misael informou ainda que vai registrar uma denúncia por escrito à OAB, e se couber uma ação judicial, também irei fazer contra o advogado do 'capim dourado'. "Eu tenho honra, tenho nome, tenho história. Falar que iria buscar mandado de prisão contra mim, eu não admito. Ate isso quer mentir, quer plantar informações inverídicas. Vou entra com processo e não tem conversa”, garantiu.

O presidente do Legislativo ainda mandou um recado para Abílio: "vou respeitá-lo como vereador, mas de agora em diante bateu-levou”. Misael disse que não acredita num perfil mais 'paz e amor' por parte do colega de Parlamento e por isso não pretende aliviar. 

Com relação ao seu suposto “sumiço”, Misael afirma que esteve no Parlamento Municipal durante toda a manhã de quinta-feira (7), se ausentando após a sessão plenária para compromissos externos. “De forma irresponsável, inconsequente, desrespeitosa, manipuladora, vitimista e oportunista, o vereador Abílio Jr proferiu acusações contra a minha pessoa nos últimos dias. Abílio se acha o capim dourado do campo".

A referência é à música infantil chamada alecrim dourado (que nasceu no campo sem ser semeado). No entanto, o vereador, bastante alterado e nervoso durante a coletiva, errou e confundiu a planta a qual chamou Abílio.

"Tudo é dele, tudo é pra ele, tudo é do jeito e na hora que ele quer.  As pessoas normais esperam a Justiça seguir o seu rito normal. Abílio, o capim dourado, se acha mais importante e sai correndo, gritando e manipula as pessoas para agir em prol de sua causa, sob pressão e medo de serem exposto em sua mídia social”, completou.

Abílio retornou ao Legislativo Municipal oficialmente nesta segunda-feira, dia 11, a partir da notificação do presidente da decisão do juiz Carlos Roberto de Barros Campos, responsável pela 4ª Vara de Fazenda Pública da Capital, que acatou os argumentos apresentados pelo parlamentar em Ação Anulatória de Atos Administrativos, e concedeu liminar para o retorno do parlamentar.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet