Cuiabá, sexta-feira, 29/05/2020
08:47:20
informe o texto

Notícias / Variedades

12/05/2020 às 18:24

Filhas de Gugu acusam a tia de não prestar contas e não informar destino de ouro, relógios e joias

Elas afirmam ainda que a tia se auto-nomeou gestora das empresas de Gugu, sem ter autorização para isso.

Leiagora

Filhas de Gugu acusam a tia de não prestar contas e não informar destino de ouro, relógios e joias

Foto: Reprodução

Filhas de Gugu Liberato acusam a tia de não prestar contas e não informar o destino de ouro, relógios e joias do apresentadorA polêmica da herança de Gugu Liberato, morto em novembro de 2019, continua. Dessa vez, as duas filhas gêmeas do apresentador, Marina e Sofia, foram à Justiça para acusar a tia, Aparecida Liberato de não prestar contas.

Aparecida foi escolhida para ser a inventariante do espólio do apresentador. As meninas pedem que ela disponibilize informações sobre seguros de vida e previdências privadas, segundo informações da colunista Mônica Bergamo.

De acordo com a jornalista, Marina e Sofia querem ainda que a tia preste contas e esclareça o destino e quem está na guarda dos bens e valores que guarneciam as residências de [Gugu Liberato], notadamente as obras de arte e quadros valiosos, coleção de relógios, joias, pedras preciosas, ouro, cofres e dinheiro em espécie nos imóveis e escritórios situados no Brasil.

Para ambas, permanece um mistério o destino dado aos bens que guarneciam a residência de Gugu em São Paulo, inclusive dinheiro em espécie guardados ali, mas que já não mais estavam quando os três filhos chegaram ao Brasil para o velório, acompanhados da mãe, Rose Miriam di Matteo. Além das gêmeas, Rose e Gugu são pais de João Augusto, de 18 anos e idade.

Marina e Sofia ainda afirmam que Aparecida não estaria prestando contas de sua gestão. Nesse relato feito na Justiça, as duas mostram que há divergências até para a compra de carros para elas, pedido que Aparecida não teria encaminhado. Elas afirmam ainda que a tia se auto-nomeou gestora das empresas de Gugu, sem ter autorização para isso.

Ainda de acordo com Mônica Bergamo, a assessoria de Aparecida Liberato afirma que a advogada das sobrinhas, Viviane Ricci, foi indicação da própria mãe delas, Rose Di Matteo, e que as filhas menores foram influenciadas a assinar essa contratação. Ainda segundo a assessoria de Aparecida, Viviane é amiga pessoal e testemunha de Rose nesse processo.
Estrelando News 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet