Cuiabá, domingo, 07/06/2020
06:50:46
informe o texto

Notícias / Agro e Economia

17/05/2020 às 09:15

Soja: vendas da safra futura registra recorde em MT

Volume é 202,4% superior ao que havia sido negociado no mesmo período do ano passado

Edyeverson Hilario

Soja: vendas da safra futura registra recorde em MT

Foto: Paulo Whitaker/Reuters/Agência Brasil

Com 37,2% da safra 20/21 da soja vendida, Mato Grosso registrou um novo recorde no setor do agronegócio. Dessa vez, foi no volume de negociação da safra futura. O feito ocorreu na última semana quando os produtores conseguiram avançar em 7% nas tratativas da oleaginosa, movimento impulsionado pelos bons patamares dos preços da commodity.

Nesse mesmo momento do ano passado a comercialização da soja seguia em ritmo lento. Àquela altura os sojicultores do estado haviam vendido apenas 12,3% da safra que começaria a ser plantada na terceira semana de setembro.

Apesar do volume jamais visto para este período do ano, a negociação de safras futuras é comum. Contudo, não nos mesmos patamares visto neste ano. De acordo com o gestor do departamento de Inteligência de Mercado do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Cleiton Gauer, o aumento tem sido observado pelo Instituto e os produtores tem feito bons negócios. “Movimento estratégico”, afirma.

“Principalmente na relação de troca favorável. O produtor está conseguindo comprar mais insumos com menos sacas de soja, ou o mesmo volume de insumos com menos quantidade de soja, por conta da valorização do produto”, observa.

Gauer ressaltou que “o produtor está adotando estratégias para mitigar os riscos, postergar e garantir melhores preços. Estão aproveitando o momento”.

Embora ocorra a valorização da oleaginosa, isso não significa melhora na lucratividade. “Cada caso é um caso”, observa o gestor. Cleiton explica que “os produtores pequenos têm um padrão de custos totalmente diferente de outros produtores maiores. Por isso, é difícil falar em média”.

Porém, relata que é percebido que “os produtores têm se aproveitado desse momento para garantir a comercialização da produção”. Ele ainda relata que “normalmente eles se utilizam de ferramentas para reduzir custos e tentar melhorar o retorno nos negócios”.

Safra 19/20

Já em relação à safra 19/20, o estado vendeu 88,9% da sua produção, ficando atrás apenas da safra 11/12, quando a comercialização da soja mato-grossense já havia passado dos 94%.

Durante o mês, as tratativas avançaram 7% em comparação a março. Movimento que “pode ser justificado pela valorização do dólar ante o real”, informa o boletim semanal do Imea.

O informativo ainda relata que a alta do dólar é o que tem sustentado as negociações, graças aos preços atrativos no mercado externo. “De modo que o preço médio negociado ficou em R$ 87,6 por saca, alta de 6,8%”, finaliza.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet