Cuiabá, sábado, 04/07/2020
05:15:14
informe o texto

Notícias / Política

18/05/2020 às 14:19

Ex-procurador do município será o primeiro a ser ouvido pela CPI da Semob

A oitiva foi sugerida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), relator do processo, e acatada pelos vereadores Diego Guimarães (Cidadania) e Wilson Kero Kero (Podemos), presidente e membro da CPI, respectivamente.

Kamila Arruda

Ex-procurador do município será o primeiro a ser ouvido pela CPI da Semob

CPI da Semob

Foto: Frans Marans - Câmara Municipal de Cuiabá

Durante reunião ordinária realizada na manhã desta segunda-feira (18), os membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), instaurada na Câmara de Cuiabá para investigar determinadas ações da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), aprovaram a convocação do ex-procurador Nestor Fidelis. A data ainda não foi definida.

A oitiva foi sugerida pelo vereador Lilo Pinheiro (PDT), relator do processo, e acatada pelos vereadores Diego Guimarães (Cidadania) e Wilson Kero Kero (Podemos), presidente e membro da CPI, respectivamente.

Para o pedetista, o depoimento de Fidelis irá esclarecer alguns fatos envolvendo a implantação de semáforos inteligentes na Capital. Isto porque, em depoimento a Delegacia Fazendária (Defaz) no final do ano passado, o ex-procurador afirmou que a Semob ignorou o parecer da Procuradoria e deu sequência a adesão em ata de registro de preço para aquisição e implantação dos semáforos inteligentes.

A contratação e implantação dos equipamentos estão sendo alvo de investigação por parte da Defaz por suspeitas de irregularidades e superfaturamento.

No total, a Prefeitura gastou R$ 15,4 milhões na aquisição dos equipamentos. A contratação ocorreu por meio de adesão a um pregão eletrônico realizado pela Prefeitura de Aracaju (SE) no ano de 2017.

“Pelo que nós acompanhamos na mídia local, um dos motivos que levou o prefeito Emanuel Pinheiro a desligá-lo da Procuradoria foi por ele ter se negado a assinar um parecer técnico para contratação dos semáforos inteligente. Então, acredito que ele tem alguns fatos relevantes e importantes que podem colaborar com a nossa investigação”, pontuou o vereador Diego.

Também foi aprovado durante a reunião de hoje (18), a contratação de uma assessoria técnica para subsidiar os membros, especialmente o relator, na elaboração do produto final. 

Além disso, fizeram a juntada de um relatório de auditoria preliminar, produzido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) sobre os semáforos inteligentes, e aprovaram a visita a empresa Rodando Legal. As datas da oitiva e da visita ainda não foram definidas. 

A Comissão tem diversos objetos de investigação. Dentre eles, a instalação dos chamados semáforos inteligentes; o contrato de serviço de recolhimento, custódia, gestão informatizada de veículos removidos por infrações administrativas ao código de trânsito brasileiro; a Junta Administrativa de Recursos de Infração (JARI) e a aplicação de recursos oriundos de multas. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet