Cuiabá, terça-feira, 02/06/2020
17:25:09
informe o texto

Notícias / Geral

20/05/2020 às 11:49

Vídeos mostram que empresa especializada carregava animais mortos

Documentos e imagens de circuito de segurança mostram que o trânsito dos animais não foi feito pela Clínica Veterinária do Povo

Leiagora

Imagens do sistema de segurança de um condomínio próximo ao local onde foram encontrados animais mortos descartados às margens de um córrego, em Cuiabá, mostram que um caminhão da empresa WM Ambiental esteve no local no dia 14 de maio.

A empresa de coleta de resíduos era prestadora de serviços da Clínica Veterinária do Povo para realizar a retirada e a destinação dos animais que vêm a morrer na unidade.

De acordo com informações veiculadas na mídia e da Polícia Judiciária Civil, os animais estavam com identificação da Clínica Veterinária do Povo e possivelmente seriam pacientes da unidade. A diretoria Clínica, assim que tomou conhecimentos dos fatos, recolheu e disponibilizou à Delegacia de Meio Ambiente (DEMA) todos os comprovantes de que os animais haviam sido coletados pela empresa terceirizada, inclusive o romaneio do serviço.

Mensagens de texto mostram que no dia 13 de maio uma pessoa identificado da WM Ambiental enviou mensagem para a clínica para verificar se haveria retirada de resíduo na semana e no dia seguinte, três funcionários uniformizados da WM Ambiental, em um caminhão identificado com a marca da empresa, fizeram a retirada dos animais mortos para a devida destinação, conforme imagens do circuito interno da clínica, que já está na delegacia.

De acordo com a assessoria de imprensa da clínica, a empresa tomou conhecimento dos fatos pela imprensa e imediatamente entraram em contato com as autoridades para ajudar nas investigações, já que na mesma semana houve coleta no consultório veterinário.

Eles também complementam que a diretoria da Clínica Veterinária do Povo tomou todas as providencias cabíveis assim que soube que parte dos resíduos eram provenientes da sua unidade e foram descartados criminalmente.

Outro lado 

A empresa WM Ambiental se manifestou por meio de nota.

Confira a íntegra
Tendo em vista as últimas informações veiculadas através de jornal local, e reiterando o compromisso firmado com seus clientes, parceiros comerciais e sociedade, a WM Ambiental vem esclarecer que: 

Não possui contrato vigente com a empresa Clínica Veterinária do Povo, sendo a última coleta regular por meio de contratação legal, realizada em Maio de 2017, e que a partir desta data os serviços foram suspensos por falta de pagamentos, que inclusive nunca foram quitados.

Esclarecendo ainda que, o veículo que realizou a coleta pertence a empresa WM, porém se deslocou ao referido local sem o conhecimento e consentimento da empresa, o que foi esclarecido pelos próprios funcionários, onde relataram para autoridade policial e confessaram que realizaram a coleta, agindo em benefício próprio, eximindo qualquer responsabilidade da empresa.

A coleta foi solicitada clandestinamente através do responsável pela clínica, direto no telefone particular do funcionário da WM.

A contratação clandestina ocorreu porque a Veterinária possui débitos a serem quitados com a empresa, onde não conseguiria reativar seu contrato e suas coletas, sem que antes houvesse pagamento das faturas em aberto.

Ressaltamos ainda que, o documento de coleta apresentado em nota pela Veterinária do Povo nas redes sociais, não correspondem com a veracidade dos fatos, e isso será comprovado pelas vias de fato e de direito.

Lamentamos o ocorrido, infelizmente no ramo empresarial estamos sujeitos a contratação de indivíduos que possam contrariar as regras e princípios da empresa, e neste caso já foram responsabilizados por isso, tendo sido demitidos logo após a confissão.

Permanecemos a inteira disposição da imprensa para maiores esclarecimentos, enaltecendo a competência da Delegacia do Meio Ambiente, sempre em busca da verdade real.

Atenciosamente.
Á direção



 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet