Cuiabá, terça-feira, 14/07/2020
18:37:32
informe o texto

Notícias / Variedades

28/05/2020 às 16:16

Xanndy tem cachês penhorados para pagar dívida que ultrapassa R$ 5 milhões

A empresa South América Serviços e Assessoria Logística alega não ter recebido o pagamento acordado pela venda de um imóvel

Leiagora

O cantor Xanddy, do Harmonia do Samba, teve seus cachês penhorados pela Justiça por conta de uma dívida referente a compra de um imóvel em Lauro de Freitas, na Bahia, que está em R$ 5,5 milhões.

A decisão é da juíza Luiza Elizabeth de Sena Sales Santos da 1ª Vara de Feitos de Relativos às Relações de Consumo, Cível e Comerciais. Xanddy realizou lives recentemente e corre o risco de ter esses valores penhorados, mas ainda pode recorrer da decisão.

O que está rolando?

A empresa South América Serviços e Assessoria Logística deu entrada no processo em 2005 após não receber 
o pagamento acordado pela venda de um imóvel para o cantor e sua mulher, Carla Perez. Mohamad Fahad Hassan, advogado da empresa, explicou que a venda foi feita em 2003. A dívida era de R$ 700 mil em 2003, nenhum valor foi pago, hoje está em R$ 5,5 milhões.

A defesa

A assessoria de Xandy, enviou uma nota assinada pelo cantor, que afirma que o casal moveu uma ação criminal de estelionato contra a empresa. "Até hoje a South America continua insistindo em tentar receber dinheiro por uma coisa que na verdade nunca foi deles (a casa). A ação criminal de estelionato que movemos contra eles é justamente por essa insistência em querer receber o que não tem direito! Estamos aguardando a decisão da anulação do negócio, para automaticamente ser dada baixa na execução, porém esse tempo é da justiça, não nosso. Enquanto isso, eles seguem pressionando, querendo fazer acordo e até chantageando a por na imprensa (o que estão fazendo) com decisões temporárias de embargos e etc". 

O outro lado

Mohamad diz que não houve qualquer irregularidade no imóvel, adquirido pela South por meio de contrato de cessão de direitos celebrado com o antigo proprietário.

"Evidentemente que eles jamais assumiriam que aplicaram um golpe na empresa South, portanto é claro que eles estão mentindo. Não houve nenhuma irregularidade no negócio, tanto que a Justiça rejeitou a defesa deles (os embargos à execução), e mandou o processo de execução seguir e autorizou a penhora de seus bens e recebíveis".

A empresa South, segundo o advogado, negociou esses mesmos direitos de cessão de direitos com Xanddy e Carla Perez. "O casal já morava no condomínio, conhecia e acompanhou muito bem todo o contexto, o contrato que eles assinaram é claro e expresso e contém todas essas informações, e eles foram assessorados pelos seus advogados. Essa alegação de que foram vítimas de um golpe é uma retórica pueril e que não resiste à mínima leitura do processo". 

 
UOL

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet