Cuiabá, sexta-feira, 10/07/2020
20:39:04
informe o texto

Notícias / Política

06/06/2020 às 12:00

'Não tivemos maturidade e desfecho foi traumático', diz advogada sobre agressão

No fim de maio, presidente da OAB-MT e esposa protagonizaram caso de agressão em MT

Camilla Zeni

"Nem sempre a vida é como a gente quer". Foi com uma imagem que levava esses dizeres que a advogada Luciana Póvoas emitiu uma nota pública nessa sexta-feira (5), relatando o caso de agressão envolvendo ela e seu marido, Leonardo Campos, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - seccional Mato Grosso (OAB-MT).

A situação foi registrada durante a madrugada do dia 28 de maio, quando Leonardo chegou a ficar preso na delegacia depois que a própria Luciana chamou a polícia.

Ao comentar o assunto publicamente em sua página no Instagram, a advogada minimiza o caso, mas chama a atenção para o início da maioria dos casos de violência doméstica: agressões verbais.

Leia também - Com evolução da covid-19, sistema de saúde aguenta apenas até julho, avalia Emanuel


Conforme Luciana, o que aconteceu entre ela e o advogado não resultou em lesões corpoais, mas deixou marcas igualmente profundas.

"O melhor dos mundos sugere que fatos como esse nunca ocorram entre um casal. A violência verbal, seja do homem contra a mulher ou da mulher contra o homem, merece atenção. Quando começa a ocorrer o caminho é o tratamento psicológico, profissional, ou o desfazimento do relacionamento. Mas não tivemos essa maturidade e o desfecho foi muito traumático para nós. Reconheço nossos excessos", disse na publicação.

A advogada também não explica se ela e Leonardo se separaram após o caso. Atualmente o presidente da OAB está impedido de se aproximar de Luciana e da casa da família, como medida restritiva. Contudo, a advogada destaca que, como pai, Leonardo sempre foi excelente.

Luciana comenta a boa relação familiar que eles tinham, apesar das discussões constantes, e lembrou que sempre haverá um elo: o filho do casal. 

Ao finalizar o que chamou de "nota à sociedade", ela diz que esse momento pós-confusão pede reclusão e reflexão. A advogada agradece as mensagens e todas as atenções recebidas durante a última semana e avalia que o episódio deve ser encarado como uma lição. 

Relembre o caso envolvendo o casal de advogados aqui.

Confira a publicação abaixo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

NOTA À SOCIEDADE É muito difícil ter a vida exposta. Foi exatamente o que acabou acontecendo na semana passada, quando eu e meu marido, Leonardo Campos, fomos parar na delegacia de polícia em razão de uma discussão que tivemos em nosso apartamento. Esta situação se torna ainda mais traumática quando se tem um filho adolescente, que obviamente sofre muito com toda essa exposição. Sobre o fato ocorrido naquele dia, tratou-se incialmente de um bate-boca, que culminou com um empurrão dele quando estávamos no corredor e de um tapa que desferi. O episódio não gerou lesões corporais, mas com certeza deixou marcas profundas em todos nós. O melhor dos mundos sugere que fatos como esse nunca ocorram entre um casal. A violência verbal, seja do homem contra a mulher ou da mulher contra o homem, merece atenção. Quando começa a ocorrer o caminho é o tratamento psicológico, profissional, ou o desfazimento do relacionamento. Mas não tivemos essa maturidade e o desfecho foi muito traumático para nós. Reconheço nossos excessos. Apesar desses episódios negativos ao longo do nosso relacionamento - ofensas verbais que infelizmente já ocorreram-, Leonardo sempre foi um excelente pai, constituímos uma família, criamos nosso filho, sonhamos juntos muitos projetos e construímos uma vida profissional livre de máculas. Independente do que aconteça daqui em diante, teremos sempre um elo, o mais belo de todos, nosso Luiz André. Creio que a partir de agora é chegado o momento de reclusão, reflexão e silêncio, para que juntos, em família, possamos decidir o caminho a tomar daqui em diante. Meu muito obrigado a todas as manifestações de carinho. Cada mensagem recebida, cada palavra de alento, de apoio, foram muito importantes. Se Deus quiser esse episódio servirá como uma dura lição, tanto a mim, quanto ao Leonardo, para que possamos seguir como pessoas melhores. Luciana Póvoas

Uma publicação compartilhada por Emagrecimento/Luciana Póvoas (@lu_povoas) em

 
 
Leia também

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gabriela 06/06/2020 às 00:00

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo. Obrigado.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet