Cuiabá, quarta-feira, 15/07/2020
01:39:16
informe o texto

Notícias / Política

28/06/2020 às 10:30

Prefeito aguarda estudo do Comitê para implantar barreira sanitária

A medida foi determinada pela Justiça, em decisão que determinou a quarentena coletiva obrigatória em Cuiabá e Várzea Grande

Kamila Arruda

Prefeito aguarda estudo do Comitê para implantar barreira sanitária

Foto: Prefeitura de Caraguatatuba/Imagem ilustrativa

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) aguarda a finalização de um estudo técnico do Comitê Municipal de enfrentamento à Covid-19 para efetivar a implantação da barreira sanitária na Capital. A medida foi determinada pela Justiça, em decisão que determinou a quarentena coletiva obrigatória em Cuiabá e Várzea Grande.

O emedebista, entretanto, afirma que não consegue implantar as barreiras de imediato, uma vez que a cidade possui diversas saídas. Diante disso, o emedebista aguarda a finalização deste estudo para requerer um prazo maior para implantação do sistema a Justiça.

“Eu preciso de um prazo mínimo. Não se faz barreira sanitária do dia pra noite com uma cidade com 10 entradas e saídas. Então, vou pedir um prazo no processo para ver com brevidade como poderemos resolver isso”, explicou Pinheiro.

De acordo com ele, a medida já havia sido cogitada pelo Executivo há algumas semanas, mas foi descartada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19. “Há três semanas eu trouxe para o comitê discutir a implantação da barreira sanitária em Cuiabá, e fomos desaconselhados, não era o mais indicado, não era para o momento, não tinha estrutura. Foi uma decisão técnica, de quem estudou a vida inteira para isso”, revelou.

A barreira sanitária é um mecanismo legal utilizado pelas autoridades governamentais para impedir ou restringir a circulação de pessoas. O principal é prevenir riscos de contaminação e disseminação de doenças. Com ela, fica permitida a entrada apenas de pessoas que trabalhem em serviços essenciais na cidade. Também podem ser aplicadas medidas de segurança, como conferir a temperatura, dentre outras, para liberação do fluxo de pessoa. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet