Cuiabá, terça-feira, 07/07/2020
04:18:04
informe o texto

Notícias / Política

27/06/2020 às 16:29

Senador relata tratamento de Covid e diz que teve 50% do pulmão comprometido: 'senti muito medo'

Carlos Fávaro esteve em unidade de monitoramento intensivo e retornou a Cuiabá curado

Maria Clara Cabral

Senador relata tratamento de Covid e diz que teve 50% do pulmão comprometido: 'senti muito medo'

Foto: Reprodução

Diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19), o senador de Mato Grosso Carlos Fávaro (PSD) retornou curado a Cuiabá. Ele esteve internado em unidade de monitoramento intensivo em São Paulo e divulgou um vídeo onde faz um relato sobre o tratamento.

Tive muito medo. Medo de não poder voltar para casa, de não poder mais estar com minha família e meus amigos”.

No início de maio, Fávaro conta que começou a expelir secreção com sangue. À época, uma tomografia identificou um nódulo escavado de 2,7 centímetros em seu pulmão. 

Começamos a investigar o diagnóstico, fiz diversos exames de sangue, marcadores moleculares e até uma biópsia, mas não conseguimos diagnosticar a origem para fazer o tratamento. Os médicos decidiram então que seria monitoramento”.

Após um tempo, o senador voltou a sentir dores e febre, retornando ao hospital para nova tomografia. “Tive o primeiro milagre: a completa cicatrização desse nódulo sem ter tomado nenhum medicamento”. 

No entanto, foi detectado no mesmo exame 5% de vidro fosco no pulmão e ele deu início ao tratamento da Covid. Em sete dias, os sintomas se tornaram mais fortes e ele deu começou um segundo protocolo de medicamentos. 

A piora foi significativa e tive 50% do pulmão comprometido”, revela Fávaro. O senador foi então transferido uma unidade de monitoramento intensivo, onde foi curado, retornando a Cuiabá: “foi o segundo milagre”.  

No vídeo, Fávaro também destaca o trabalho de profissionais de saúde com os quais conviveu durante o isolamento.

Conheci heróis, médicos e enfermeiros, técnico e profissionais de toda área da saúde, que se contaminaram e que contaminam suas famílias para poder cuidar das pessoas que estão sofrendo com esse mal”.

Confira relato completo:

Vídeo Relacionado

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Em parceria com Engaje Sitevip Internet